quinta-feira, 12 de setembro de 2013

[Opinião] “Theodore Boone O Miúdo Advogado” de John Grisham (Bertrand Editora)

1


Sinopse:

Na pequena cidade de Strattenburg há muitos advogados e, embora tenha apenas treze anos, Theo Boone julga-se um deles. Theo conhece todos os juízes, polícias, funcionários do tribunal e sabe imenso sobre a lei. Sonha com uma vida futura na sala do tribunal. Mas dá por sim numa muito antes do esperado. Por saber tanto, talvez de mais, é arrastado para o meio de um processo sensacional de homicídio. Um assassino de sangue frio está prestes a sair em liberdade e Theo é o único que sabe a verdade. A fasquia é elevada, mas Theo não vai desistir até que se faça justiça.

Ficha Técnica:

Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 224
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722526364

Opinião:

O primeiro livro que li de John Grisham foi o “A Firma”, li há alguns anos atrás quando a minha mãe comprava os livros condensados das selecções. Adorei essa história e quando tive a oportunidade de ler este aproveitei. O livro é emocionante, repleto de surpresas e que nos vicia a cada página. Lê-se rapidamente devido à sua pequena dimensão.

Theodore Boone, mais conhecido por Theo, é uma criança como tantas outras, ele está sempre disposto a ajudar e com grande conhecimento das leis. Auxilia os seus colegas, e não só, a resolver alguns problemas e tenta encontrar soluções para todos, parece ser muito mais adulto do que os seus companheiros de escola. No geral tem um bom coração. É em torno desta personagem que história se desenrola. Vamos conhecendo outras que são igualmente realistas, e os preconceitos da sociedade estão bem patentes neste livro. E também alguns problemas da sociedade moderna, como é o caso dos sem-abrigo e dos imigrantes ilegais. São temas muito intensos que ajudam a aumentar o interesse do leitor.

Quanto à história em si queremos saber se o senhor Duffy é realmente culpado de ter assassinado a esposa. E acaba por ser Theo a descobrir a verdade e a ter de lutar para ver a justiça a ser feita. É um livro mais leve que o “A Firma” e muito mais divertido de ler. Mostra um outro lado do autor que eu ainda não conhecia.


Reacções:

1 comentário:

  1. Olá,

    Apenas li um livro deste escritor a Firma e adorei, um livro que me marcou imenso ;)

    Bjs

    ResponderEliminar