quarta-feira, 24 de outubro de 2018

[Opinião] "A Jaula do Rei" de Victoria Aveyard (Saída de Emergência)

0

Sinopse:

Quando a faísca da rapariga-relâmpago se apaga, quem ilumina o caminho para a rebelião?
Mare Barrow foi capturada e está impotente sem o seu poder, vivendo atormentada pelos erros do passado. Ela está à mercê do rapaz por quem um dia se apaixonou, um jovem dissimulado que a enganou e traiu. Agora rei, Maven continua com os planos da sua mãe, fazendo de tudo para manter o controlo de Norta — e de sua prisioneira.

Enquanto Mare tenta aguentar o peso sufocante da Pedra Silenciosa, a Guarda Escarlate organiza-se, deixando de agir nas sombras e preparando-se para a guerra. Entre os guerreiros está Cal, o príncipe exilado, que no meio das dúvidas tem apenas uma certeza: ele não vai descansar enquanto não trouxer Mare de volta.

Sangue vermelho e prateado correrá pelas ruas. A guerra está a chegar…

Ficha Técnica:

Coleção: BANG  Nº: 300
Saga/Série: Rainha Vermelha  Nº: 3
Data 1ª Edição: 04/10/2018
ISBN: 9789897731280
Nº de Páginas: 432
Dimensões: [160x230]mm

Encadernação: Capa Mole

Opinião:

Este é o terceiro volume da saga iniciada em "Rainha Vermelha", conheci recentemente esta coleção e posso dizer que me surpreendeu pela positiva. Depois de começar a ler o primeiro volume, vi-me viciada e ansiosa por saber o que irá acontecer a Mare, a Cal e a Maven. Posso dizer que esta autora  tem tido a enorme capacidade de me surpreender.

Em "A Jaula do Rei" a ação avança a velocidade vertiginosa, não nos dando tempo para respirar. Gostei de ver que a Mare, continua igual a si própria, irreverente e decidida. Quem mais me surpreendeu foi Cal, com as suas atitudes e as decisões que toma.

O livro acaba abruptamente deixando-nos sem fôlego a aguardar o próximo, roendo as unhas, à esperada sua continuação para percebermos o que vai acontecer em Norta. A fragmentação deste Universo está cada vez mais patente e cada mais marcada. O que irá  acontecer de seguida? Conseguirão prateados e vermelhos sobreviver à guerra? E, se sim, a que preço?

Victoria Aveyard conseguiu criar uma história viciante e que nos faz ficar agarrada às suas páginas e que nos leva numa viagem alucinante em cada um dos volumes.



LilianaNovais

[Opinião] "Deuses Americanos - Sombras"de Neil Gaiman (Saída de Emergência)

0




Sinopse:

Esta fantástica Road Trip americana conta a história de uma guerra entre os deuses antigos e os deuses modernos.

Shadow Moon sai da prisão e descobre que a sua mulher morreu. Derrotado, falido e sem saber para onde ir, conhece o misterioso Sr. Wednesday, que o emprega como guarda costas, empurrando Shadow para um mundo mortífero onde fantasmas do passado regressam da morte e onde uma guerra entre deuses está iminente.

O romance vencedor de prémios Hugo, Bram Stoker, Locus, World Fantasy e Nebula que deu origem ao sucesso televisivo da Starz, com autoria de Neil Gaiman, é adaptado como novela gráfica pela primeira vez!


Compilando os primeiros nove números da série de banda desenhada Deuses Americanos, juntamente com arte adicional, esboços de personagens e capas de David Mack, Glenn Fabry, Becky Cloonan, Skottie Young, Fábio Moon, Dave McKean e mais!

Ficha Técnica:

Chancela: Saida de Emergência
Coleção: BANG  Nº: 299
Data 1ª Edição: 14/09/2018
ISBN: 9789897731266
Nº de Páginas: 264
Dimensões: 16,8 x 25,9mm

Encadernação: Capa Mole

Opinião:

Eu já tinha ouvido falar deste livro por amigos mas nunca tinha a oportunidade de o ler anteriormente, pelo que mergulhei nesta leitura sem qualquer ideia pré-concebida acerca das personagens e dos eventos que iam ocorrer ao longo do livro, o que se torna positivo.

Como todas as novelas gráficas esta assenta numa grande aposta em desenhos com imagens fortes que ilustram bem os eventos que ocorrem ao longo desta luta entre dois mundos, o antigo e o novo.

Por um lado temos os antigos deuses, como é o caso de Odin, entre outros, e do outro lado temos os novos deuses, a Televisão, e outros. Entre ambas as divindades, ocorre uma batalha a fim de saberem quem vai acabar por ficar com o amor e as orações dos humanos.

Neste primeiro volume acompanhamos Shadow, um homem acabado de sair da prisão e que se vê arrastado para uma guerra que não é a sua e que o consome aos poucos e à sua sanidade mental, uma vez que vê coisas que nunca imaginou que seriam reais. Ele é um joguete entre os deuses que tentam comprar a sua lealdade de todas as formas possíveis.

Este é o primeiro volume de uma coleção e despertou o interesse para continuar a ler as desventuras do nosso heróis.



LilianaNovais

domingo, 14 de outubro de 2018

[Opinião] "A Ordem do Tempo" de Carlo Rovelli (Objetiva)

0


Sinopse:

Por que nos lembramos do passado e não do futuro? O que significa o «fluxo» do tempo? Nós existimos no tempo ou o tempo existe dentro de nós? Numa prosa lírica e acessível, Carlo Rovelli convida-nos a reflectir sobre estas questões. Todos experimentamos o tempo, mas, quanto mais os cientistas aprendem sobre ele, mais misterioso permanece. Pensamos no tempo como uniforme e universal, movendo-se continuamente do passado para o futuro, medido por relógios.

Carlo Rovelli rompe com estas suposições, uma a uma, revelando um universo estranho no qual, no nível mais fundamental, o tempo desaparece. Unindo ideias da Filosofia, da Ciência e da Literatura, o autor sugere que a nossa percepção de fluxo do tempo depende da nossa perspectiva, da estrutura do nosso cérebro e das nossas emoções, mais do que do universo físico.

Ficha Técnica:

ISBN: 9789896653521
Edição ou reimpressão: 09-2018
Editor: Objectiva
Idioma: Português
Dimensões: 151 x 235 x 17 mm 
Encadernação: Capa dura 
Páginas: 140
Tipo de Produto: Livro 
Classificação Temática: Livros em Português > Ciências Exatas e Naturais > Física

Opinião:

Este é o segundo livro que leio de Carlo Rovelli, o primeiro foi o "Sete breves Lições de Física". A minha área de formação é Física e Ciências Exatas, pelo que este tema sempre me fascinou, qual não é o cientista que nunca pensou em algum ponto da sua vida em construir uma máquina to tempo?

A noção do tempo evoluiu ao longo dos séculos, melhor dizendo dos milénios. Perceber o que é o tempo, a memória, o futuro e porque este não nos é revelado sempre foi algo que o ser humano ponderou e tentou explicar com os conhecimentos que tinha na altura.

Carlo Rovelli leva-nos numa viagem de descoberta por este tema e pelas diversas ideias de cientistas e filósofos da antiguidade. O que me atrai nos livros deste autor é a forma simples como ele expõe os temas mais complicados e intricados da física moderna e nos mostra o que se está a trabalhar na atualidade sem grandes expressões e matemática complexa como ocorre em muitos outros livros.

Este livro de divulgação científica vai esclarecer muitas dúvidas de curiosos em todo o mundo.


LilianaNovais

[Opinião] "Chega aqui e vamos falar de amor" de Francisco Sexto Sentido (Planeta)

0

Sinopse:

Uma nova voz fresca e provocadora na narrativa portuguesa que destrói algumas mentiras que nos andam a contar sobre o amor e a capacidade de amar num mundo em que tudo é frágil e efémero.

Esquece tudo o que te têm dito sobre o Amor. Eles não sabem o que dizem. Devo gostar de mim, sim, mas antes e mais do que tudo? Não. Se eu não gostar de mim ninguém gostará? Treta. As mulheres são espectaculares, mas nunca vamos perceber como funcionam? Disparate. O Amor requer coragem e um grande coração? Sim. Mas já sabemos que não há almoços grátis. Francisco Sexto Sentido vai guiar-te na viagem mais importante da tua vida: o Amor. Preparado?


«É verdade, amo-te mais do que a mim mesmo. Não sei muito bem qual é a utilidade de vir ao mundo para me amar a mim em primeiro lugar. Sinceramente, acho que é uma actividade bastante desinteressante. Já me conheço. Estou aqui neste corpo e nesta cabeça desde que nasci.»

Ficha Técnica:


ISBN: 9789897770982
Edição ou reimpressão: 09-2018
Editor: Editorial Planeta
Idioma: Português
Dimensões: 153 x 233 x 15 mm
Páginas: 200
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Romance


Opinião:

Admito que não tinha ouvido falar de Francisco Sexto Sentido até este livro me chegar às mãos. Portanto não sabia o que esperar quando o recebi, e acabei por não o ler logo, por receio. Se calhar fui levada pelo preconceito de que estes livros baseados em blogs não são muito o meu estilo e portanto adiei um pouco a sua leitura e coloquei outros à frente deste. O que posso dizer agora, depois de o ler, é que fui surpreendida pela positiva assim que o comecei a ler. Não era nada do que eu estava à espera e por isso fiquei contente.

Em "Chega aqui que vamos falar de amor", Francisco Sexto Sentido mostra-nos uma visão sobre o que é o amor. A sua visão acerca deste tema é muito interessante e pouco comum no mundo atual, cada vez mais ligado, cada vez mais online, em que as pessoas partilham tudo e mais alguma coisa no Facebook, no Instagram, entre outras redes sociais que inundam toda a rede e que enchem os nossos telemóveis de notificações e de alertas. Este livro é uma série de textos escritos por um homem para o alvo do seu amor. Este livro vai-nos fazer acreditar de novamente no amor.Um amor como apenas vemos nos filmes.

Foi uma experiência bastante libertadora e muito completa ler estas páginas. Apeteceu-me ler mais. Assim é que devia ser o amor, é desta forma que eu o vejo, que imagino que seria.

Nas páginas deste livro lidamos com sentimentos e com o mais fundo do nosso ser, não só com o que vemos. Alguém que escreve assim tem bastante coragem e conhece bem o seu coração.

Um excelente livro que nos vai fazer sonhar.


LilianaNovais

sábado, 13 de outubro de 2018

[Opinião] "A Sereia de Brighton" de Dorothy Koomson (Porto Editora)

0



Sinopse:

Praia de Brighton, 1993

As adolescentes Nell e Jude descobrem o corpo de uma jovem na praia e, quando ninguém o reclama, a vítima passa a ser conhecida como A Sereia de Brighton. Três semanas mais tarde, Jude desaparece e Nell, ainda chocada com os acontecimentos na praia, fica completamente desamparada.

Passados 25 anos, Nell vive atormentada pelo passado, abandonando o emprego para descobrir a verdadeira identidade da jovem assassinada – e o que aconteceu à amiga naquele verão inesquecível.

Quanto mais perto fica da verdade, maior é o perigo. Alguém parece estar a seguir cada passo de Nell, que já não sabe em quem confiar.


Da autora bestseller de a filha da minha melhor amiga, chega-nos uma intrigante história sobre irmãs, segredos e crime.

Ficha Técnica:

ISBN: 978-972-0-03115-0
Edição ou reimpressão: 08-2018
Editor: Porto Editora, S.A.
Idioma: Português
Dimensões: 152 x 235 x 34 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 512
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Policial e Thriller

Livros em Português > Literatura > Romance

Opinião:

Um acontecimento pode mudar toda a nossa vida e alterar todo o rumo que tínhamos traçado para o futuro. Este livro começa assim, o futuro de duas jovens e das suas famílias é mudado drasticamente com a descoberta que Nell e Jude fazem.

Adorei este livro, sem qualquer momento calmo, há sempre algo novo ao virar da página. Acontecimentos atrás de acontecimentos, não há um momento calmo.

As personagens são complexas e os traumas que passaram deixaram marcas em cada uma delas, acabando por criar manias e rotinas. É interessante ver como lidamos com situações complexas. Este livro mostra-nos um pouco de tudo, o mal que se esconde num comentário, num olhar, numa atitude. O preconceito e o racismo.

Dorothy Koomson é uma escritora que nos leva em viagens alucinantes que nos fazem pensar na condição humana e nos nossos lados mais obscuras.




LilianaNovais

[Opinião] "Amor em Blackmoore" de Julianne Donaldson (Topseller)

0

Sinopse:

Uma deliciosa história de amor que suscita fortes emoções, ao estilo de Jane Austen.

Na Inglaterra do início do século XIX, espera-se que a principal ambição de uma mulher seja casar. Mas Kate Worthington conhece bem o seu coração e sabe que o casamento não está nos seus planos. O seu sonho é viajar até à Índia para encontrar paz para o seu espírito inquieto e se poder afastar da nefasta influência da sua família. Só que a mãe de Kate tem outros planos e propõe-lhe um acordo: Kate pode ir para a Índia, mas apenas se conseguir — e rejeitar — três propostas de casamento.

Kate viaja então até Blackmoore, uma imponente propriedade rural numa charneca junto ao mar, e pede ajuda ao seu querido amigo de infância, Henry Delafield, para alcançar os seus objetivos. Porém, quando se trata de assuntos de amor, os acordos significam pouco e os planos podem mudar.


Ali, nas terras selvagens e misteriosas de Blackmoore, Kate terá de enfrentar a dolorosa verdade que há anos mantém o seu coração cativo. Será ela capaz de rejeitar uma proposta que poderá revelar-se a única forma de libertar o seu coração?

Ficha Técnica:

ISBN: 9789898917164
Edição ou reimpressão: 07-2018
Editor: TopSeller
Idioma: Português
Dimensões: 151 x 228 x 21 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 304
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Romance

Opinião:

Eu gosto bastante de Jane Austen e pela descrição do livro fiquei com curiosidade. Admito que, inicialmente, pensei que seria erótico, já que está  muito em voga neste momento. Mas rapidamente vi que não seria, o que não é mau de todo, porque acaba por ser uma lufada de ar fresco e por uma quebra com o que habitualmente leio.

Nesta história, muito diferente dos enredos de Jane Austen, conhecemos duas personagens principais muito fortes e que nos vão fazer apaixonar por eles. Kate é maravilhosa, muito forte, com uma personalidade bem vincada que nos faz admirar a sua força. Por outro lado, temos Henry, que é um autêntico cavalheiro, um grande amigo com quem Kate pode contar.

Kate tem dois grandes sonhos e está prestes a realizá-los, ela quer ir a Blackmoore e à Índia, em suma, viver aventuras. E tudo poderá mudar com aquela visita.

Adorei as descrições que a autora fez dos locais que Kate visitava, como nos consegue encantar e sentir maravilhadas como a personagem ficava. Um bom livro para se ler este Inverno e oferecer no Natal.




LilianaNovais

domingo, 30 de setembro de 2018

[Opinião] "Batman - Vigilante Noturno" de Marie Lu (Topeller Bliss)

0

Sinopse:

Antes de ser Batman, ele era Bruce Wayne: um rapaz impetuoso e disposto a tudo por uma rapariga que pode ser o seu pior inimigo.

Os noturnos aterrorizam Gotham City.

Alguns milionários da cidade foram assassinados dentro das suas mansões, e as suas fortunas simplesmente desapareceram.
Os responsáveis formam uma organização muito bem preparada que diz lutar contra a injustiça e a corrupção dos poderosos.
Deles só se conhece o nome, Noturnos.

Bruce Wayne é o próximo da lista.

Enquanto isso, Bruce está prestes a fazer dezoito anos e a herdar a fortuna da família, bem como as chaves das Indústrias Wayne e todos os seus fantásticos dispositivos tecnológicos.
Mas, na noite do seu aniversário, um ato impulsivo condena-o a prestar serviço comunitário no Asilo Arkham, a infame prisão onde se encontram os piores criminosos da cidade.

Madeleine, uma assassina letal.

O prisioneiro mais interessante de Arkham é Madeleine, uma rapariga brilhante com ligações aos Noturnos.
Para chegar até eles e evitar ser o próximo alvo, Bruce tem de convencê-la a falar.
Mas será que Madeleine confia mesmo em Bruce?
Estará ela a divulgar os seus segredos ou a recolher dele a informação de que precisa para destruir Gotham City?


Ficha Técnica:

ISBN: 9789898869784
Edição ou reimpressão: 03-2018
Editor: TopSeller
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 228 x 23 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 320
Tipo de Produto: Livro
Coleção: Dc Icons
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Ficção Científica

Livros em Português > Literatura > Jovem Adulto

Opinião:

Bruce Wayne e o Batman são daquelas personagens com as quais crescemos a ver nas bandas desenhadas e nos mais variados filmes e séries. Sempre o vimos como homem adulto e com as suas marcas do passado.

Este livro acabou por ser interessante porque nos mostrou a versão mais jovem e mais inocente de Bruce Wayne, que tenta sempre ver o lado bom das pessoas. É impossível não se gostar dele, do seu coração de ouro. Apesar de todo o mundo o ver como o menino mimado que está a estourar o dinheiro dos pais. O playboy que apenas pensa em se divertir e em carros caros.

Neste livro começamos a ver o seu sentido de justiça e a sua vontade de ajudar, mas também a curiosidade em compreender a mente criminosa, as sementes para se tornar num dos maiores justiceiros da banda desenhada.

Um livro muito interessante.




LilianaNovais