domingo, 17 de junho de 2018

[Opinião] "Acordo com o Marquês" de Sarah Maclean (TopSeller)

0

Sinopse:

Sophie Talbot é uma jovem nobre que sempre abominou a vida aristocrática. Quando encontra o cunhado a trair a irmã, humilha-o perante toda a sociedade, tornando-se alvo de chacota. A sua única hipótese é fugir, para recomeçar a vida longe daquele mundo que sempre odiou.

Ao fugir, o seu destino cruza-se com o do Marquês de Eversley, mais conhecido por Rei, um homem que tem fama de dissolver noivados e arruinar as damas da sociedade. Apesar de não se suportarem, decidem fazer um acordo. Rei arruinará a imagem de Sophie para que ela se torne inadequada para casar e, dessa forma, possa viver a vida com que sempre sonhou. Já Sophie fingirá ser noiva de Rei, para o ajudar a vingar-se do pai, com quem ele se desentendeu.


Iniciam assim uma viagem até ao castelo do pai de Rei. Só que na carruagem onde seguem há recantos apertados e tentações incontroláveis. E uma viagem que se anunciava aborrecida torna-se tudo menos isso.

Ficha Técnica:

ISBN: 9789898869913
Edição ou reimpressão: 04-2018
Editor: TopSeller
Idioma: Português
Dimensões: 151 x 229 x 23 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 384
Tipo de Produto: Livro
Coleção: Scandal e Scoundrel
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Romance

Opinião:

Há algum tempo que já leio este estilo de livros. Há qualquer coisa de atraente nos livros eróticos cuja ação decorre na época vitoriana. Toda a envolvência, as aparências, o fruto proíbido, o receio de serem apanhados, tudo isso faz com que me sinta atraída por esses livros acima de todos os do género erótico.

Neste romance vamos encontrar Sophie Talbot, a qual detesta as regras da sociedade londrina, ela dava tudo para ser livre daquela vida de aristocrata. Sophie tem uma predestinação para se colocar em todo o tipo de sarilhos, desde o primeiro momento em que a conhecemos no livro, como podemos ver pela sinopse. A sua vida muda quando acidentalmente conhece o infame Marquês de Eversley, acabam por trocar palavras acesas. Com o decorrer das páginas acaba por ser patente a atração que os dois sentem um pelo outro, como tentam resistir. Acabando por se sentir bastante incomodados quando estão muito perto um do outro.

Por outro lado, o Marquẽs de Eversley não pretende casar, é um rebelde que tudo faz para gorar as esperanças de seu pai de ver um herdeiro, mas a vida nem sempre corre como esperamos e muitas surpresas ainda estão para ser reveladas acerca do passado desta personagem tão rebelde e misteriosa.

Um excelente livro dentro deste género literário.


LilianaNovais

domingo, 29 de abril de 2018

[Opinião] "Reino de Feras" de Gin Phillips (Suma de Letras)

0

Sinopse:

Lincoln é um bom menino. Aos quatro anos, é curioso, inteligente e bem-comportado. Lincoln faz o que a mãe diz e sabe quais são as regras.

«As regras hoje são diferentes. As regras são que temos de nos esconder e não deixar que o homem da pistola nos encontre.»

Quando um dia comum no Jardim Zoológico se transfoma num pesadelo, Joan fica presa com o seu querido filho. tem de reunir todas as suas forças, encontrar a coragem oculta e proteger Lincoln a todo o custo - mesmo que isso signifique cruzar a linha entre o certo e o errado, entre a humanidade e o instinto animal.

É uma linha que nenhum de nós jamais sonharia cruzar.

Mas, por vezes, as regras são diferentes.


Um passeio de emoção magistral e uma exploração da maternidade em si - desde os ternos momentos de graça até ao poder selvagem. Reino de Feras questiona onde se encontra o limite entre o instinto animal para sobreviver e o dever humano de proteger os outros. Por quem deve uma mãe arriscar a sua vida?

Ficha Técnica:

ISBN: 9789896655259
Edição ou reimpressão: 01-2018
Editor: Suma de Letras
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 228 x 19 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 272
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Policial e Thriller

Opinião:

Até que limites uma mãe iria para proteger um filho? Esta é a premissa deste livro. A ligação entre as duas personagens principais é levada ao limite e explorada pela autora. Lincoln confia plenamente na mãe e a relação dos dois é muito próxima.

Este thriller acaba por ter um compasso mais lento do que os que habitualmente leio, muito derivado por não estarmos a compreender o que se passa, porque só ao longo da trama é que vamos compreendendo o que se passa, isto por outro lado acaba por nos permitir sentir uma maior empatia com as personagens.

Tudo começa com a habitual visita ao jardim zoológico de Joan e Lincoln. Esta sempre o levava lá, naquele dia da semana. Perto da hora do fecho Joan decide sair de lá a caminho de casa, mas rapidamente se apercebe que há algo de errado, o seu instinto só a manda correr, fugir para longe, retroceder. Tudo lhe diz para ficar calada, em silêncio, sem fazer qualquer barulho.

Ao longo da história vamos vendo coisas horríveis que nunca imaginamos que seriam possíveis acontecer. Faz-nos pensar em como reagiríamos se estivéssemos na mesma situação.

Admirei a força de Joan e como esta se comportou ao longo da trama para tentar salvar o seu filho. Um romance interessante e que nos mostra a condição humana.




LilianaNovais

[Opinião] "Antes de sermos vossos" de Lisa Wingate (Saída de Emergência)

0




Sinopse:

Inspirado em factos verídicos, esta é a história de duas famílias e da terrível injustiça que as mudou para sempre.

Nascida num mundo de riqueza e privilégio, Avery Stafford tem tudo. Filha adorada de um senador americano, com a sua própria carreira como advogada e um noivo maravilhoso à espera em Baltimore, ela vive uma vida encantada.

Mas quando regressa a casa para ajudar o pai com um problema de saúde, um encontro casual com May Crandall, uma idosa desconhecida, deixa Avery profundamente abalada. Ao decidir descobrir mais sobre a vida de May irá embarcar numa viagem pela história oculta de crianças roubadas e adoções ilegais. E cedo irá desvendar um segredo que pode levar à devastação... ou à redenção.


Baseado num dos mais conhecidos escândalos da América — em que uma instituição de adoção vendeu crianças a famílias ricas —, este romance comovente e fascinante recorda-nos como, apesar de os caminhos que tomamos levarem a muitos lugares, o coração nunca esquece onde pertencemos.

Ficha Técnica:

Chancela: Chá das Cinco
Data 1ª Edição: 02/02/2018
ISBN: 9789897103056
Nº de Páginas: 368
Dimensões: [160x230]mm

Encadernação: Capa Mole

Opinião:

Já há muito tempo que um livro não me arrepiava tanto como o "Antes de sermos vossos" de Lisa Wingate. Este livro une com perfeição o passado e o presente, criando uma trama intensa que pretendemos desvendar.

A história começa com um parto complicado e uma proposta feita a meio escondida, sobre uma mulher que conseguia realizar um milagre pelo preço certo. Este livro revela-nos a forma como essa mulher conseguia realizar esses milagres.

O que, para mim, se tornou mais horrível ao ler este livro, foi saber que o que aquelas crianças passaram foi baseado num caso real, e que há mais de sete décadas atrás houveram crianças que foram tiradas às suas famílias com a conivência das autoridades e desapareceram sem rasto. Penso como teria sido se fosse na minha família. Se houvesse um segredo assim tão grande.

A história foca-se principalmente numa família os Foss, onde todos os irmão são retirados aos pais, quando a mãe vai para o hospital de urgência com um parto complicado. Os irmãos são loiros, com a excepção de uma, e acabam por ser vitimas de todo o tipo de abusos.

Um livro arrepiante repleto de segredos e de mistério. Foi uma leitura viciante, não consegui largar o livro até o acabar por querer perceber o que aconteceu aos irmãos, sofri a cada passo e a cada momento. Um excelente livro baseado num caso real.

LilianaNovais

domingo, 8 de abril de 2018

[Opinião] "O Bando da Meia Noite" de David Walliams (Porto Editora)

0




Sinopse:

Depois de Tom levar um piparote na cabeça em pleno jogo de críquete, acorda no hospital, onde é recebido pelo homem mais assustador que já viu. E quando pensa que nada pode piorar, conhece a terrível enfermeira responsável pelas crianças…

Tom nem sonha que está prestes a viver a aventura de uma vida…


Esta é a deliciosa história de cinco crianças numa enfermaria de hospital, que adoram quando o relógio dá a meia-noite. Porquê? Porque a essa hora, enquanto o mundo dorme, para elas a aventura está apenas a começar...

Ficha Técnica:

ISBN: 978-972-0-04026-8
Edição ou reimpressão: 02-2018
Editor: Porto Editora, S.A.
Idioma: Português
Dimensões: 147 x 217 x 35 mm
Encadernação: Capa dura
Páginas: 480
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Infantis e Juvenis > Literatura Juvenil

Opinião:


Eu adoro livros de capa dura, eu sei que os torna mais pesados, mas também os torna em exemplares únicos que nos proporcionam uma experiência diferente do habitual. "O bando da meia-noite" é um livro que nos cativa, não só pelo seu título, mas também pelos desenhos cativantes e pela cor da capa.

É bastante interessante verificar como se tem investido recentemente no design dos livros, tornando-os em verdadeiras atrações para os mais novos, tentando-os incentivar à leitura da qual muitos fogem.

Este livro está repleto de humor e a minha filha gostou de o começar a ler, é certo que ainda vai no inicio mas acaba por saber-lhe bem e por poder apreciar o livro que é diferente daquilo que habitualmente lê, uma vez que começou a ler há pouco tempo.

Depois de começar a ler pediu-me para comprar mais livros do autor porque estava a adorar.

Logo no inicio do livro temos a apresentação das personagens, cada uma com uma pequena caracterização em baixo. Cada desenho parece uma caricatura do que imaginamos quando pensamos em cada uma das personagens, e nos papeis que tomam.

Um livro hilariante e que me fez pensar em comprar os restantes livros do autor assim que puder.
LilianaNovais

[Opinião] "A voz não é para gritar" e "As mãos não são para bater" (Porto Editora)

0




Opinião:

Educar é uma tarefa complicada e muitas vezes a forma de explicar as coisas aos mais novos é através de histórias. Estes dois livros são exemplos que podemos usar para explicar algumas regras de convivência social aos nossos filhos.

Aos poucos vamos introduzindo temas que, por vezes, são complicados de explicar. O primeiro livro ajuda-nos a explicar os vários tons de voz que podemos usar e os locais apropriados para os utilizar. O segundo ajuda-nos a explicar às crianças que não se deve bater e explica de uma forma simples modos de lidar com situações complicadas.

Estes dois livros têm frases curtas e que vão diretos ao assunto, deixando bastante espaço para as ilustrações, as quais são bastante interessantes e coloridas, ajudando nas explicações e demonstrações.

Dois excelentes livros que nos ajudarão na parte educativa.


LilianaNovais

[Opinião] "Encanto" de Tea Silton (Planeta Junior)

0



Opinião:

As coleções da Planeta têm sempre uma excelente qualidade e é com grande satisfação que trago os dois primeiros volumes da nova série de livros de Tea Stilton. As cinco princesas, que os mais pequenos leitores ficaram anteriormente a conhecer muito bem, voltam com novas aventuras.

Assim que os recebeu a minha filha ficou contente e acabou por iniciar a sua leitura, a verdade é que demorou um pouco porque ainda está a aprender a ler, mas foi um bom exercício para esta.

Cada uma das princesas tem um animal mágico e que está ligado a si. Juntos partem em aventuras pelo seu mundo para restaurar o equilíbrio.

Cada um dos dois livros é lindíssimo, com ilustrações ricas e com variadas cores e tipos de letra acaba por tornar a leitura em algo divertido e completo, facilitando aos mais novos um bom momento.



LilianaNovais

[Opinião] "O Velho que Lia Romances de Amor" de Luis de Sepúlveda (Livros do Brasil)

0

Sinopse:

Antonio José Bolívar Proaño vive em El Idilio, um lugar remoto na região amazónica dos índios shuar, com quem aprendeu a conhecer a selva e as suas leis, a respeitar os animais que a povoam, mas também a caçar e descobrir os trilhos mais indecifráveis.

Um certo dia resolve começar a ler, com paixão, os romances de amor que, duas vezes por ano, lhe leva o dentista Rubicundo Loachamín, para ocupar as solitárias noites equatoriais da sua velhice anunciada. Com eles, procura alhear-se da fanfarronice estúpida desses «gringos» e garimpeiros que julgam dominar a selva porque chegam armados até aos dentes, mas que não sabem enfrentar uma fera a quem mataram as crias.


Descrito numa linguagem cristalina e enxuta, as aventuras e emoções do velho Bolívar Proaño há muito conquistaram o coração de milhões de leitores em todo o mundo, transformando o romance de Luis Sepúlveda num clássico da literatura latino-americana.

Ficha Técnica:


ISBN: 978-972-38-3042-2
Edição ou reimpressão: 01-2018
Editor: Livros do Brasil
Idioma: Português
Dimensões: 120 x 180 x 10 mm 
Encadernação: Capa mole 
Páginas: 128
Tipo de Produto: Livro 
Coleção: Miniatura 
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Romance

Opinião:

"O velho que Lia Romances" é um dos romances mais conhecidos de Luis de Sepúlveda. Recomendado como leitura recomendada para o 9º ano.

A primeira vez que o li tinha apenas 14 anos e de cada vez que o leio tenho uma experiência diferente, mostra-me diferentes aspetos do ser humano de acordo com o momento específico que estou a viver. Este é o grande talento de Luis de Sepúlveda, o nos mostrar coisas diferentes de acordo com o que necessitamos naquele momento.

Este livro trás-nos a história de um homem chamado Antonio José Escobar, que adora ler romances de amor, mas nem todos os romances agradam à nossa personagem, ele aprecia romances de amor daqueles que chamamos lamechas. Só que para ele significam tudo.

Este romance decorre nas selvagens selvas amazónicas, as quais, ainda nos dias de hoje, guardam os seus segredos nos lugares mais recônditos, onde nenhum ser humano se atreve a entrar. Aqui mundos diferentes se cruzam e Luis de Sepúlveda mostra-nos as diferenças e as hipocrisias que muitas vezes mostramos ao mundo.

Um excelente livro para ler e reler ao longo da vida.


LilianaNovais