quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

[Opinião] "Visão de Prata" de Anne Bishop (saída de emergência)

0






Sinopse:

Ninguém tem a capacidade de criar novos mundos como Anne Bishop, autora bestseller do The New York Times. 

Os Outros libertaram os cassandra sangue como forma de os proteger, não se apercebendo que as suas ações teriam consequências desastrosas.
Agora os videntes encontram-se em grande perigo e são presa fácil daqueles que procuram controlar os seus poderes divinatórios. Desesperado por respostas, Simon Wolfgard, um metamorfo líder entre os Outros, não tem outra escolha senão recorrer à ajuda da profetisa Meg Corbyn.

Meg ainda se encontra imersa no seu vício pela euforia que sente quando realiza profecias. Está ciente de que cada golpe da sua faca é um passo mais próximo da morte. Mas os Outros, bem como os humanos, precisam de respostas, e as suas visões são a única esperança para pôr fim ao conflito…

Ficha Técnica:

Chancela: Saida de Emergência
Coleção: BANG
Saga/Série: Série Os Outros  Nº: 3
Data 1ª Edição: 08/07/2016
ISBN: 9789896379704
Nº de Páginas: 480
Dimensões: [160x230]mm
Encadernação: Capa Mole

Opinião:

"Visão de Prata" é o terceiro volume da série "Os outros" de Anne Bishop. Não me canso de ler estes livros. Cada página é uma surpresa.

Este terceiro livro é mais calmo do que os anteriores. Serve como um "descanso", uma forma do leitor relaxar e compreender a estrutura do Universo dos "Outros" e acerca das cassandras de sangue e da sua importância para o mundo, mas acima de tudo acerca da sua natureza. É um livro de descoberta, quer pelas meninas que libertaram, quer pela própria Meg, e pelos "Outros" que estão encarregados de tomar conta delas.

Se pensam que as cassandras de sangue estão salvas por causa de estarem fora dos complexos, não podiam estar mais enganados, estas estão ainda em risco e o SHPL começa a ter uma elevada importância para este mundo.

O perigo mantém-se oculto nas sombras, neste volume, longe dos nossos olhos. O que deixa o leitor inquieto e curioso acerca do que pode acontecer de seguida. O suspense torna-se mais intenso e a curiosidade aguçada.

As relações entre as personagens são mais exploradas e acabamos por descobrir mais coisas acerca de cada uma das espécies, até mesmo de Tess, apesar de não estar tudo ainda claro. O que aumenta o interesse do livro.

Meg e Simon tornam-se cada vez mais próximos e há situações interessantes entre eles, confusões e diferenças entre espécies. Aos pouco sos Terra indigene vão conhecendo os seres humanos.

Este livro marca o final de uma era e o inicio de outra, mais complexa e possivelmente conflituosa. Irão os Humanos cometer os mesmos erros do passado?

LilianaNovais
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário