quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

[Opinião] "Mulherzinhas" de Louisa May Alcott (Bertrand)

0


Sinopse:

Livro recomendado para o 3º ciclo, destinado a leitura autónoma.

As irmãs Meg, Jo, Beth e Amy conhecem algumas dificuldades depois da partida do seu pai para a guerra e dos problemas económicos que a família enfrenta. Mas o espírito lutador e de união que reinam naquele lar ajudam-nas a seguir em frente.
Quer em casa quer nas relações com os amigos e vizinhos, elas conseguem surpreender e continuar e ser fiéis aos seus sonhos, vivendo cada dia com esperança e boa-disposição.

Uma história em que o amor e a coragem se revelam mais fortes do que todas as dificuldades que estas quatro raparigas, juntamente com a sua mãe, têm de enfrentar.

Ficha Técnica:

ISBN: 9789895558216
Edição ou reimpressão: 11-2011
Editor: Oficina do Livro
Idioma: Português
Dimensões: 140 x 211 x 25 mm
Páginas: 392
Tipo de Produto: Livro
Coleção: Literatura Juvenil
Classificação Temática: Livros em Português > Infanto-juvenil > Literatura Juvenil

Opinião:

Eu li pela primeira vez este livro era apenas uma adolescente. Adorei esta história, a qual é considerada um dos clássicos da literatura.

Este livro leva-nos numa viagem até à guerra civil americana, onde acompanhamos a vida de quatro irmãs que tentam viver neste período conturbado, apenas contando com a mãe.

Vemos as irmãs a crescer e a amadurecerem, aprendendo com os seus próprios erros. Elas refugiam-se num  mundo só delas. Um dos aspectos que me atrai neste livro é como as quatro irmãs são muito unidas.

Gostei muito de reler este livro, uma vez que me fez relembrar de uma fase da minha vida. Novamente, a minha personagem preferida foi a Jo. Esta é a personagem mais forte e madura de todo o livro, o seu mau feitio acaba por a colocar em situações complicadas. Mesmo sendo um livro tão antigo mostra-nos o que a independência das mulheres é um objectivo que todas deveríamos procurar atingir.

Um excelente livro para todas as idades. E uma boa prenda de Natal.
LilianaNovais
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário