sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

[Opinião] "O amante Japonês" de Isabel Allende (Porto Editora)

0


Sinopse:

Em 1939, quando a Polónia capitula sob o jugo dos nazis, os pais da jovem Alma Belasco enviam-na para casa dos tios, uma opulenta mansão em São Francisco. Aí, Alma conhece Ichimei Fukuda, o filho do jardineiro japonês da casa. Entre os dois brota um romance ingénuo, mas os jovens amantes são forçados a separar-se quando, na sequência do ataque a Pearl Harbor, Ichimei e a família - como milhares de outros nipo-americanos - são declarados inimigos e enviados para campos de internamento. Alma e Ichimei voltarão a encontrar-se ao longo dos anos, mas o seu amor permanece condenado aos olhos do mundo.

Décadas mais tarde, Alma prepara-se para se despedir de uma vida emocionante. Instala-se na Lark House, um excêntrico lar de idosos, onde conhece Irina Bazili, uma jovem funcionária com um passado igualmente turbulento. Irina torna-se amiga do neto de Alma, Seth, e juntos irão descobrir a verdade sobre uma paixão extraordinária que perdurou por quase setenta anos.


Em O amante japonês, Isabel Allende regressa ao estilo que tanto entusiasma o seu público, relatando de forma soberba uma história de amor que sobrevive às rugas do tempo e atravessa gerações e continentes.

Ficha Técnica:

Edição/reimpressão: 2015
Páginas: 336
Editor: Porto Editora

ISBN: 978-972-0-04774-8

Opinião:

"O amante japonês" é uma bela história de amor que perdura ao longo do tempo escrita pelo punho de uma das mais famosas e amadas escritoras da actualidade Isabel Allende.

Neste livro acompanhamos duas histórias que de desenrolam em paralelo, uma no passado, em plena II Guerra Mundial, outra no presente. Das duas a que mais me fascinou foi mesmo a do passado entre Alma e Ichimei.

É interessante a forma como a autora decidiu retratar as duas personagens, Irina e Alma, ambas são personagens muito forte, mulheres sofridas e independentes que fazem de tudo para conseguirem avançar todos os obstáculos que lhes atravessam o caminho.

Os segredos que Alma guardou toda a vida acabam por ser descobertos ao longo do livro, por Irina e pelo neto da primeira, Seth, o qual tem uma paixão secreta pela jovem e misteriosa mulher. Alma chega  a casa dos seus tios fugida da guerra e perde a sua família, para os campos de concentração. Sente-se perdida e desesperada, tendo apenas como apoio o primo Nathaniel e o seu amigo Ichimei.

Também Irina foge do seu passado e finalmente se sente em paz e em casa naquele lar, tratando todos os pacientes com respeito e como se fossem parte da família, o que a torna querida por todos os habitantes daquela casa.

"O Amante Japonês" é um romance interessante, mostrando-nos o que o preconceito e o medo podem fazer a uma relação. Este é o regresso de Isabel Allende às suas raízes e que a tornaram famosa por todo o mundo.
LilianaNovais
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário