domingo, 27 de setembro de 2015

[Opinião] "Eve e a Destruíção" de Sylvia Day (5 Sentidos)

0



Sinopse:

Para Evangeline Hollis, uma noite com o misterioso homem vestido de cabedal foi quanto bastou para a punição divina.

Ao mesmo tempo que inicia uma escaldante relação com o infame Caim, Eve faz os possíveis para suportar os treinos intensivos que a tornarão oficialmente numa Marcada, entre milhares de outros pecadores forçados a caçar demónios. Mas quando a turma parte numa viagem de estudo a uma base militar abandonada, o Mal surge do seu covil: um demónio infiltrado está a matar, um a um, todos os colegas de Eve. Para piorar a situação, o corpo de Eve está a passar por uma difícil adaptação à Marca e aos seus desafios, entre os quais um incontrolável desejo carnal que a deixa à mercê dos seus instintos mais obscuros e da forte atração que sente por Abel, irmão de Caim. Emoções que a deixarão ainda mais vulnerável.


Com Caim ausente numa missão e Abel a investigar uma nova e terrível espécie de demónios, Eve terá de controlar sozinha a sua adrenalina e manter a calma no momento em que o assassino voltar a atacar.

Ficha Técnica:

Edição/reimpressão: 2015
Páginas: 360
Editor: 5 Sentidos
ISBN: 978-989-745-021-1

Coleção: Marcados

Opinião:

O triângulo amoroso mais angelical está de volta em "Eve e a Destruição".

Já gostava bastante de Sylvia Day e este livro, fora do habitual, traz-nos a tão aguardada continuação. Eve morreu no último livro mas, as coisas não podiam ficar por ali, o seu destino ainda não estava cumprido.

O livro começa de uma forma lenta e que nos vai introduzir à história e contextualizar. Se, por um lado, as coisas podem tornar-se mais aborrecidas para os leitores que conhecem o primeiro livro, ajudam as pessoas que nunca leram o primeiro a compreender um pouco o romance e o que acontecer anteriormente.

A acção cresce lentamente e nos sentimos a pouco e pouco absortos na história e nas suas personagens.

Eve começa a descobrir coisas novas sobre si, e sobre a sua aptidão enquanto marcada. Enquanto que surpresas nos aguardam em relação a Caim e Abel, os dois infames irmãos que estão ambos obcecados por ela. Um deles vai ter o que queria, mas que nunca mediu as consequências.

O estranho vínculo mental entre os três vai acabar por dar origem a muitos ciúmes e situações constrangedoras

O final deixa-nos com água na boca para ler mais, e verificar que próximas aventuras aguardam as nossas personagens.

LilianaNovais
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário