segunda-feira, 3 de novembro de 2014

[Opinião] “A primeira regra dos feiticeiros - Parte II” de Terry Goodkind (Porto Editora)

0




Sinopse:

Esta é a primeira regra dos feiticeiros: as pessoas são estúpidas e acreditam no que querem acreditar

Richard e Kahlan têm uma missão: encontrar as caixas de Orden e frustrar os planos de Darken Rahl, cuja sede de vingança tem conduzido os seus mundos ao infortúnio e ao mais profundo dos abismos: se o malévolo governante conseguir o que deseja, a vida, tal como é conhecida, extinguir-se-á.

Mas o caminho que conduz à verdade, pavimentado com alianças inesperadas, segredos indescritíveis, traição e dor, não é certamente fácil… Em tempos sombrios, o seeker e a Madre Confessora serão obrigados a lutar contra os seus próprios sentimentos, contra aquilo que julgam conhecer e contra a sua própria natureza por forma a garantirem o futuro da humanidade.

Ficha Técnica:

Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 424
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04697-0

Opinião:

A primeira Regra dos Feiticeiros– Parte II” é a aguardada continuação das desventuras e aventuras de Richard, Kahlan e Zed na tentativa de derrotarem o terrível Darken Rahl. A situação está cada vez mais difícil e parece quase impossível que os nossos heróis consigam derrotar um homem tão negro e vil como o é este vilão.

Para quem viu primeiro a série e depois vai ler os livros tem de se preparar para muitas surpresas e momentos interessantes com twists que nos deixam de boca aberta, independentemente do que aconteceu na série.

Este segundo volume é uma excelente continuação ao primeiro que já foi criticado aqui no blog anteriormente e que nos deixou cheios de curiosidade. O final deste romance deixa-nos a pensar que haverá uma continuação e que ainda há coisas a apreender e compreender acerca de Richard e da sua história com as revelações do final do livro que nos fazem ficar de boca aberta e nos mostram um lado de Zed que não imaginávamos e que nos mostram que o amor é o mais importante e a magia mais forte que existe independentemente do mundo em que nos encontramos.

Aqui vemos o evoluir da história e com esta a relação entre os dois personagens e que cada vez mais desejamos que se entendam e que acabem juntos, mas a verdade é que a Kahlan esconde um negro segredo que pode condenar toda a relação com Richard e tudo parece perdido depois da previsão de Shota. Será que tudo o que esta viu é verdade, ou será que a nossa interpretação dessa visão está errada?

Neste volume aparecem novas personagens, sendo que a minha preferida é a Rachel, a doce menina que aprendemos a amar e cujo futuro incerto nos deixa com o coração nas mãos esta criança é doce e meiga, sofreu bastante e vai ter um papel central na evolução da história.

“A Primeira Regra dos Feiticeiros” é um livro muito interessante e que nos leva a um mundo de demónios e magia em que o mistério e a curiosidade movem o leitor para seguirem os seus heróis nesta aventura.

Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário