quarta-feira, 19 de novembro de 2014

[Opinião] “Díli – A cidade que não era” de Dom Filipe Ximenes Belo, SDB (Porto Editora)

0


Sinopse:

Os alicerces da construção de Díli espelham-se neste livro numa vasta tela da memória que se estende desde tempos imemoriais à modernidade. De pequena aldeia piscatória a cidade cosmopolita, esta narrativa acompanha de perto o caminho percorrido ao longo de 150 anos pela primeira e única cidade de Timor-Leste. Nestas páginas testemunha-se também o silêncio das ruínas que, longe de perpetuarem o fim, anunciam a revelação do início da cidade que não era.

Ficha Técnica:

Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 144
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-06289-5
Idioma: Português

Opinião:

Timor Leste é um país muito acarinhado por muitos portugueses e pouco sabemos da sua história e da sua capital Díli. É algo que está longe que só faz parte da nossa história actual, para muitas pessoas.

Este livro vai alargar os nossos horizontes e nos mostrar a realidade que é esta cidade, a única do país e que tem uma larga história que, em muito, ultrapassa a intervenção portuguesa no território.

Este é um relato sentido, escrito por um homem que conhece a sua terra e que lutou pela sua independência tentando alertar o mundo para uma realidade que se negava a reconhecer.

É um livro cheio de curiosidades e história que nos mostram um povo e uma cidade que resistiu ao teste do tempo e se manteve mesmo em tempos conflituosos.

Díli a Cidade que não era” é um livro que nos mostra uma realidade que nos escapou e que nos vai mostrar o passado e um desejo para um futuro risonho longe das sombras que se erguem neste momento.

Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário