segunda-feira, 2 de junho de 2014

[Opinião] “O Livro do Destino” de Parimoush Saniee (Bertand Editora)

0


Sinopse:

A história de uma adolescente iraniana que descobre o amor a caminho da escola. Quando a família encontra as cartas que o homem por quem se apaixonou lhe escreve, obriga-a a casar-se com um homem que ela nunca viu. O seu casamento está fortemente ligado às mudanças no país, até porque o marido é um dissidente político durante os últimos tempos do regime do Xá e acaba por ser executado às mãos do novo regime. Quando, ao fim de 32 anos, o seu primeiro amor reaparece, os seus três filhos olham-na com indignação, incluindo os dois que vivem no estrangeiro. Deverá ela colocar os seus sentimentos em primeiro lugar, ou submeter-se aos preconceitos dos filhos?

Uma história pungente e comovedora da vida das mulheres no Irão, que começa antes da revolução de 1979 e atravessa a República Islâmica até aos nossos dias. Estendendo-se ao longo de cinco décadas, a narrativa centra-se numa família e, em particular, em Massoumeh, a filha. Entre altos e baixos, ter filhos e arranjar trabalho (e tornar a perdê-lo por mudanças políticas), as transformações no Irão são vividamente retratadas através das personagens.

Trata-se de uma janela para a história recente do Irão, narrada por uma voz autêntica e isenta de interpretações ocidentais. É uma história de mulheres fortes a lutar com grandes dificuldades por aquilo que querem, uma história de amizade e paixão, de opressão religiosa, mas também de amor a um país.

Ficha Técnica:

Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 224
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722528085

Opinião:
Cada vez mais nos chegam notícias acerca de algum tipo de intolerância que é praticada nalgum estado muçulmano contra mulheres que, por um motivo ou outro,  são castigadas por tentarem seguir a sua vida de acordo com as suas próprias ideias e decisões, que muitas vezes vão contra o que os seus familiares pretendem deles.

Este romance, que foi banido no país de origem da sua autora, nos traz a história de uma mulher assim. Massoum é uma menina como tantas outras, com as suas ilusões e com os seus sonhos. Ela receia ser diferente do que esperam e acaba por se retrair muito. Ao longo do livro, vamos vendo-a crescer e amadurecer com os golpes que a vida lhe vai colocando à frente.

A autora mostra-nos de uma forma bastante realista a educação e a forma como eram criadas as mulheres naqueles países e apesar de terem passado algumas décadas é certo que em muitos lugares ainda essas velhas crenças existem e limitam muito a vida das mulheres que ainda não são livres de lutar pelos seus próprios destinos e tomar decisões acerca dos estudos e da pessoa com quem vão casar. Este é o universo da Massoum e que ela tem de enfrentar.

A sua situação muda ao longo do livro e torna-se ainda mais complicada do que inicialmente.

Este é um livro apaixonante e que nos faz pensar acerca de uma realidade que nos é muito estranha e que é muito diferente da nossa. Um livro que nos vai apaixonar e causar todo o tipo de sentimentos contraditórios. Ao qual ninguém fica indiferente. 
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário