terça-feira, 15 de abril de 2014

[Opinião] “O Sorriso das Estrelas” de Nicholas Sparks (Edições ASA)

1



Sinopse:

Com quarenta e cinco anos, Adrienne Willis vê-se obrigada a repensar a sua vida quando o marido a abandona por uma mulher mais nova. Destroçada, aceita o pedido de uma amiga para cuidar de uma pousada à beira-mar durante um fim-de-semana. Não podia imaginar que em apenas quatro dias a sua vida mudaria para sempre…

A pousada tem um único hóspede e não apresenta problemas de maior para Adrienne, desde sempre habituada a cuidar de todos os que a rodeiam. Por uma vez, ela está decidida a descansar e desfrutar daquele pedaço de paraíso. Mas a inesperada aproximação de uma tempestade fá-la temer o pior. O hóspede, Paul Flanner, é um homem igualmente solitário e desencantado. Perante a catástrofe natural que os deixa completamente isolados, Paul e Adrienne contam apenas com a proteção um do outro. E é então que acontece algo com que não ousavam já sonhar. Tal como a tempestade, a paixão entre ambos é incontrolável, desmedida, transformadora… Mas Paul tem um assunto do passado por resolver e a sua jornada vai levá-lo a desbravar um novo e inesperado caminho.

Ficha Técnica:

Ano da Edição / Impressão / 2014
Número Páginas / 208
ISBN / 9789892325651
Editora / ASA

Opinião:

Eu já li bastantes livros do Nicholas Sparks, este é sem dúvida um dos romancistas melhor sucedidos da actualidade. Este autor consegue fazer com que o leitor fique agarrado à história, que se envolva com os personagens e que sofra com eles de uma forma bastante intensa.

Este romance é bastante curto e nos permite uma leitura rápida e compulsiva. Queremos saber o que acontece com as personagens, o que aconteceu entre eles e como a sua história está relacionada com a da Amanda e como esta a pode ajudar a ultrapassar os seu próprios acontecimentos e que a estão a impedir de viver.

A história de amor entre Paul e Adrienne é intensa e nasce de uma necessidade comum de procura por compreensão e reconhecimento do seu eu-interior.

Nicholas opta por escolher escrever o romance como se contado por Adrienne e tem interrupções onde ela fala com a filha e esta lhe faz perguntas.


É um romance bastante interessante e cativante que se lê facilmente e compulsivamente.
Reacções:

1 comentário:

  1. Ois,

    Já tenho saudades de ler um livro do escritor, bom para variar um pouco sem duvida :)

    Bjs

    ResponderEliminar