sexta-feira, 4 de abril de 2014

[Opinião] “Calico Joe” de John Grisham (Bertrand Editora)

0


Sinopse:

Passaram-se trinta anos desde que Paul, então com treze anos, viu o pai, jogador dos New York Mets, enfrentar o seu herói de infância, Joe Castle, num desafio em que não houve vencedor.
A notícia de que o pai está a morrer traz-lhe este episódio à memória. Pai e filho, decididos que é chegado o momento de enfrentar o que de facto aconteceu naquele campo em 1973, dirigem-se a Calico Rock, no Arkansas, onde é incerto aquilo que os espera…

Ficha Técnica:

Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 200
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722527781

Opinião:

Grisham já provou por várias vezes ser um dos autores mais versáteis da actualidade. Aqui no blog já foram criticados alguns dos livros do autor nos mais diversos registos em que se mostrou muito hábil.

A sua experiência em thrillers é bem presente neste romance e o autor utiliza-a de forma a criar um romance extremamente interessante e viciante. Quando comecei a ler o “Calico Joe” não fazia a menor ideia do que era o basebol e como seriam as suas regras, tal como eu milhares de leitores ficariam às cegas ao lerem o livro, mas Gisham escreveu um pequeno texto inical onde nos explica de forma simples alguns dos termos do jogo, não nos tornamos especialistas mas podemos seguir o livro sem que este nos pareça estranho.

Este romance, ao contrário do que estamos habituados, é uma história simples e comovente. Sentimos uma proximidade enorme das personagens porque estas são extremamente realistas. Podiam ser o nosso vizinho do lado ou mesmo a família do nosso melhor amigo. Essa é a principal atracção neste romance: a capacidade que Grisham teve em criar personagens com as quais nos identificamos facilmente. Sentimos curiosidade em saber como as coisas aconteceram e as verdadeiras intensões de Warren. Terá sido intencional, foi um acidente? Esta pergunta domina a nossa mente enquanto detestamos esta personagem. É fácil não gostarmos dele nem das suas acções, o autor escreveu dessa forma. Quanto a Paul, vemos nele a mesma esperança e sonho que encontramos nas crianças que perseguem sonhos que todos lhe dizem ser impossíveis de atingir.


Um excelente livro de um grande nome da literatura actual que vai surpreender os leitores.
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário