sábado, 19 de abril de 2014

[Opinião] “As Ninfas do Índico” de Jerónimo Jarmelo (Chiado Editora)

1


Sinopse:

Seis mulheres têm em comum o facto de os homens que amam estarem na guerra colonial.

Como reage cada uma delas à ausência, à solidão, à ansiedade, ao medo e aos impulsos da sua própria carne?

Um Romance, baseado em factos verídicos, recheado de episódios que irão surpreender o leitor, do princípio ao fim.

No final, as seis protagonistas encontram - se num evento, de todo, improvável.

Uma perspectiva, no feminino, sobre a guerra colonial.

Ficha Técnica:

Autor: Jerónimo Jarmelo
Colecção: Viagens na Ficção
Páginas: 370
Data de publicação: Fevereiro de 2014
Género: Romance
ISBN: 978-989-51-0983-8

Opinião:

A guerra colonial tem sido um tema muito explorado na literatura portuguesa, mas sempre do ponto de vista dos soldados, da frente de combate. Esquecendo-se muitas vezes das pessoas que ficaram para trás e que sofrem, quer as que ficaram na metrópole quer as que seguiram com os soldados e ficaram nas cidades longe de perigo. Jerónimo Jarmelo pegou neste tema tão pouco explorado e criou uma história bastante interessante.

Este é um romance que não se dedica à guerra especificamente e às marcas que esta deixou, mas sim à coragem e à força das mulheres que viam os seus amados a partirem para a guerra, sem saberem se regressariam ou se pereceriam.

Vamos conhecer mulheres de fibra e que tentam controlar o seu próprio destino contra todas as contrariedades. O autor utilizou as suas experiências pessoais para a trama do livro, rumores que ouviu e histórias que presenciou. Isto torna a acção mais realista e dá mais força à narrativa.

O autor escreve de uma forma clara mas por vezes parece que ele está mais a contar do que a mostrar o que aconteceu, esses momentos destoam do resto do livro. Por este motivo o livro necessitaria de uma pequena revisão para o tornar ainda melhor.


Este é um livro interessante sobre um tema muito controverso e pouco explorado.
Reacções:

1 comentário:

  1. Bem-haja, Liliana.
    Terei os seus excelentes conselhos em conta, no próximo Romance, a publicar brevemente.
    A temática desta segunda obra é completamente diferente da anterior e acredito que a abordagem será igualmente surpreendente.



    ResponderEliminar