sábado, 4 de janeiro de 2014

[Opinião] “António Ferro – A vertigem da palavra” de Margarida Acciaiuoli (Editorial Bizâncio)

0


Sinopse:

António Ferro era um homem singular. Soube convencer Salazar de que o povo precisava de espectáculo e, durante quinze anos fez do país um «teatro» e foi o seu encenador: organizou exposições, criou prémios artísticos e literários, uma companhia de bailado, etc.

Ficha Técnica:

Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 432
Editor: Bizâncio
ISBN: 9789725305348

Opinião:

Este é um livro de não-ficção acerca de um homem que foi muito importante durante o Estado Novo. António Ferro foi responsável pelo controlo da informação e de todos os eventos patrocinados pelo Estado. Ele manteve a população portuguesa distraída e ocupada, evitando assim que as pessoas pensassem muito na sua vida e nas faltas de liberdade que tinham.

Este livro aborda as várias iniciativas que esta personalidade da história portuguesa fez em nome do estado. A autora teve um enorme trabalho de investigação e de elaboração, isto está bem patente nas páginas do livro e nas imensas ilustrações que a autora seleccionou.


A obra está bastante interessante e clara, ideal para quem quer saber mais acerca desta época e de como a população era controlada.
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário