quarta-feira, 9 de outubro de 2013

[Opinião] “Jogos da Fome”de Suzanne Collins (Editorial Presença)

1


Sinopse:

Num futuro pós-apocalíptico, surge das cinzas do que foi a América do Norte, Panem, uma nova nação governada por um regime totalitário que a partir da megalópole, Capitol, governa os doze Distritos com mão de ferro. Todos os Distritos estão obrigados a enviar anualmente dois adolescentes para participar nos Jogos da Fome - um espetáculo sangrento de combates mortais cujo lema é «matar ou morrer». No final, apenas um destes jovens escapará com vida… Katniss Everdeen é uma adolescente de dezasseis anos que se oferece para substituir a irmã mais nova nos Jogos, um ato de extrema coragem… Conseguirá Katniss conservar a sua vida e a sua humanidade? Um enredo surpreendente e personagens inesquecíveis elevam este romance de estreia da trilogia Os Jogos da Fome às mais altas esferas da ficção científica.

Ficha Técnica:

Coleção: Via Láctea
Nº na Coleção: 78
Data 1ª Edição: 20/10/2009
Nº de Edição: 12ª
ISBN: 978-972-23-4239-1
Nº de Páginas: 256
Dimensões: 150x230mm
Peso: 293g

Opinião:

Há cerca de um ano vi o filme que se baseou neste primeiro volume da trilogia que já se tornou famosa por todo o mundo e apaixonou milhares de jovens e de adultos. A curiosidade levou a melhor de mim e assim que tive a oportunidade de ler aproveitei. Fiquei viciada, mal peguei no livro não o consegui pousar, ao menos comecei no fim-de-semana, o que me deu para ler de seguida. Agora estou ansiosa para ler o segundo volume e ver como a história continua.

O livro é pequeno e a acção desenrola-se rapidamente e com momentos intensos que culminam no clímax final que nos arrebata. Suzanne Collins consegue-nos surpreender com os seus twists na acção e as suas surpresas.

O livro está repleto de violência e de críticas sociais subentendidas e que podem ser compreendidas quer por adolescentes quer mais facilmente por adultos.

O universo de Panem é um mundo futurista em que o Capitol controla os 12 distritos que produzem tudo o que a grande metrópole necessita e são controlados de forma a se submeterem ao seu domínio. Para comprovarem que são eles que mandam, relembram constantemente o que aconteceu ao 13º Distrito e promovem os jogos da fome, onde 24 tributos lutam até à morte restando apenas um, no final. Existem distritos, os mais populares e com mais apoios que treinam crianças com o objectivo de ganharem aqueles jogos. Os voluntários nesses distritos são habituais mas nos distritos menos capacidades são raros e as pessoas apenas pensam em sobreviver.

As personagens centrais são Katniss e Peeta que são os tributos do 12º distrito, estes fazem de tudo para tentarem sobreviver aos jogos e tentam quebrar as regras para o fazerem. Alianças são forjadas e rivalidades crescem desde que desembarcam na capital. Peeta começa a compreender como jogar antes de Katniss e acaba por se adaptar facilmente ao jogo e a lutar pela sua sobrevivência. Katniss é mais inocente e ingénua e custa-lhe a se adaptar às situações.

As outras personagens, principalmente as que aparecem no primeiro capítulo estão pouco desenvolvidas e não nos revelam muito acerca de si. Principalmente porque, para já não são indispensáveis para o desenrolar da história. Quanto aos outros tributos, como conhecemos a acção pelas palavras de Katniss acabamos por vê-los com a sua percepção destes. Isso limita um pouco a nossa visão da acção geral. Mas também cria uma maior afinidade com Katniss.

Este foi um livro que adorei ler e que estou ansiosa por ler a continuação.



Reacções:

1 comentário:

  1. Olá,

    Para mim também foi uma agradável surpresa ler estes livros, viciantes e este primeiro volume foi muito bem conseguido.

    Os seguintes embora diferentes, são bons na mesma, vais devorar tenho a certeza ;)

    Bjs e boas leituras e as melhoras :)

    ResponderEliminar