segunda-feira, 12 de agosto de 2013

[Opinião] “As Brumas de Avalon Volume I – A Senhora da Magia” Marion Zimmer Bradley (Saída de Emergência)

0


Sinopse:

O clássico As Brumas de Avalon regressa ao mercado português para dar a conhecer a uma nova geração esta história mágica e intemporal centrada nas mulheres que, por detrás do trono de Camelot, foram as verdadeiras detentoras do poder.

Morgaine é ainda uma criança quando testemunha a ascensão de Uther Pendragon ao trono de Camelot. Uther deseja Igraine, a mãe de Morgaine, presa a um casamento infeliz com Gorlois. Mas há forças maiores que estão em curso e que se preparam para mudar as suas vidas para sempre. Através da sua sacerdotisa Viviane, Avalon conspira para unir Uther a Igraine e dessa aliança nascerá Arthur, a criança que salvará as Ilhas. Morgaine, dotada com a Visão, é levada por Viviane para Avalon onde irá receber treino como sacerdotisa da Deusa Mãe. É então que assiste ao despertar das tensões entre o velho mundo pagão e a nova religião cristã. O que Morgaine desconhece é que o destino irá armar-lhe uma cilada e pô-la, de novo, no caminho do meio-irmão Arthur da forma que menos espera…

Ficha Técnica:

Chancela: Saida de Emergência
Coleção: BANG
Saga/Série: As Brumas de Avalon  Nº: 1
Data 1ª Edição: 03/02/2012
ISBN: 9789896373986
Nº de Páginas: 304
Dimensões: [160x230]mm
Encadernação: Capa Mole

Opinião:

Eu li esta saga pela primeira vez há quinze anos atrás através da biblioteca municipal. Ainda adolescente apaixonei-me pela história, e desde então andei à procura destes para reler. E esta foi a minha oportunidade. Já me tinha esquecido de alguns pormenores importantes, mas ainda me lembrava dos traços gerais. Apaixonei-me novamente pela história e pelos seus personagens. Aqui a autora centra-se mais nas personagens femininas que são muitas vezes esquecidas nos romances históricos e de fantasia e mostra que as mulheres naquela época também poderiam ser facilmente manipuladoras, inocentes ou mesmo se apaixonarem profundamente. Foi escrito há 31 anos atrás e tem encantado gerações de leitores e alimentando a imaginação e a sede por histórias apaixonantes de milhares de pessoas. É um livro que por certo agradará mais ao público feminino.

A acção passa-se na época em que o Império Romano está em declínio e começa a abandonar a Bretanha ao seu destino e às invasões dos povos do norte. Os jogos de poder entre os vários reis dividem o reino e apenas um bom e forte rei supremo poderá controlar tudo e trazer a paz. Nesta época, o cristianismo estava em clara expansão e as religiões locais começavam a sofrer com as perseguições dos padres e da igreja. Este é o caso de Avalon, o reino da magia envolto em brumas. Na fase em que o livro começa, já Avalon se começa a separar do mundo real e a perder-se a única ligação que existe entre os dois mundos. É um momento chave na história, já que é nesta altura que começam a tornar-se obscuras as antigas religiões e se torna o cristianismo a principal. É uma época com poucas referências e que deixa à autora bastante liberdade de inovação.

A história é contada, pelo menos para já, do ponto de vista das personagens femininas que estão ligadas ao culto da Deusa, e Deus e Cristo são vistos como inimigos, não pelo que representam, mas sim pelos ensinamentos dos seus padres que querem tornar as mulheres submissas e controladas.

Marion Zimmer Bradley começa por nos mostrar Morgaine como criança e não como estamos habituados como a inimiga mortal de Artur e como uma mulher descontrolada e vingativa. Conhecemos a sua doçura e inocência. Esta personagem cresce aos nossos olhos ao longo deste volume amadurece e descobre que não é mais do que um joguete da sua tia Viviane, e isso muda-a.

Cada uma das personagens é forte e fiel a si própria. A que mais muda e que mais surpreende é Igraine. Ela acaba por encontrar o seu grande amor e por mudar a sua maneira de ser. No início ela era agarrada à filha e depois passa a ignorá-la.

A autora mostra tudo de uma forma muito crua e directa, o que pode chocar alguns dos leitores, mas é isso que torna esta saga tão especial e que nos vicia nela.


Estou ansiosa para reler o segundo livro.
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário