terça-feira, 28 de maio de 2013

[Opinião] “80 dias – A cor da tentação” de Vina Jackson (5 Sentidos)

0


Sinopse:


Summer Zahova instala-se em Nova Iorque e desfruta a sua nova vida profissional numa importante orquestra. Sob o olhar atento de Simón, o atraente maestro venezuelano, a carreira de Summer desenvolve-se, trazendo-lhe estabilidade. No entanto, uma cidade diferente e o sucesso alcançado trazem-lhe novas tentações e em breve Summer sentir-se-á atraída pelo mundo perigoso e secreto da intriga e do desejo, que ela pensara ter deixado para sempre.

Entretanto, Dominik, o abastado professor universitário, apercebendo-se que a sua vida não faz sentido sem Summer, decide deixar Londres e vai viver para Nova Iorque. Dominik está convencido de que pode proteger Summer do seu lado mais sombrio, não compreendendo que as suas próprias paixões acabam por ser destrutivas para ambos.

Vina Jackson continua a surpreender-nos neste segundo volume da série 80 Dias, um romance excitante, sedutor e cheio de surpresas.

Ficha Técnica:

Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 264
Editor: 5 Sentidos
ISBN: 978-989-745-003-7

Opinião:

O primeiro volume desta série já foi criticado aqui no blog anteriormente. “80 dias – A cor da tentação", é o segundo volume que nos conta a relação abusiva e consensual entre Summer e Dominik. Tal como o volume anterior, este é um livro erótico na sua essência. Baseando-se na relação abusiva entre as duas personagens principais e em relações ilícitas e com vários parceiros, mesmo pessoas que não conhecem. Os jogos sexuais e orgias ocupam a grande maioria deste livro. Depois de ter lido o anterior acabei por entrar neste livro um pouco com o pé atrás, e queria ver se a história melhorava e digamos que na parte inicial prometia ser muito melhor, parecia que as personagens desenvolviam-se. Logo na primeira página uma frase salta à vista:

Nas próximas vinte e quatro horas seríamos apenas um casal de namorados como qualquer outro.

Nesta fase cremos que a relação vai evoluir. Mas ao longo da história, nenhuma das personagens desenvolve. E mais para a frente, Summer revela a sua personalidade de submissa e de que não mudou quando afirma:

Porém, estava presa àquele palco, obrigada às instruções de Dominik, como se ele tivesse colocado os fios invisíveis de um bonecreiro.

Ela volta a cair numa espiral decrescente e a relação parece condenada ao falhanço.

Em “80 dias – a cor da tentação”, a história toma um lado ainda mais negro, quando inicialmente parecia que iria correr melhor. Isto é um choque para o leitor.

Esperava que este volume estivesse melhor que o anterior, e realmente tem mais história e mais enredo, se bem que, na minha opinião, deveria ter ainda mais. Deveria existir um equilíbrio entre as duas partes de forma a criar harmonia e dar descanso ao leitor.


A autora deixa o leitor no final deste volume preso por um fio e com curiosidade de saber mais, isto acaba por ser o ponto forte da escrita de Vina Jackson, a destreza de prender o leitor que admira este tipo de histórias.
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário