sábado, 13 de abril de 2013

[Opinião] “O Vampiro Lestat volume 2” de Anne Rice (Publicações Europa-América)

0



Sinopse:

Na sequela de Entrevista com o Vampiro, Lestat é um excêntrico e sedutor vampiro que, ao longo de várias eras, procura as suas origens e quer desvendar o segredo da sua obscura imortalidade. Essa vertiginosa viagem leva-o da Inglaterra dos druidas aos lupanares de Paris do século XVIII e à Nova Orleães finissecular.
Avesso ao código de honra dos vampiros, que lhes impõe o silêncio sobre a sua condição, Lestat revela-se na esperança de que os imortais se unam para descobrirem o mistério da sua existência. E é então que Lestat, o caçador, se transforma numa presa.

Ficha técnica:

Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 264
Editor: Europa-América
ISBN: 9789721040328
Coleção: Obras de Anne Rice

Opinião:

A crítica ao primeiro volume de “O Vampiro Lestat” já saiu aqui no blog.
Novamente, acompanhamos as memórias deste vampiro que nos leva a viajar pelo mundo, neste volume vamos até ao Cairo e a Nova Orleães, onde ele conhece Louis, personagem principal do primeiro volume destas crónicas “Entrevista com o Vampiro”. Esta saga tem aumentado de intensidade, quer a nível de acção quer a nível do desenvolvimento das personagens.
Neste segundo volume, a história não se centra tanto no Lestat, ma sim no que ele vai descobrindo acerca dos vampiros e dos seres nocturnos com quem se cruza, Armand, Marius, Enkil e Akasha.
Lestat que nunca quis estar só acaba por se tomar consciência que esse será, inevitavelmente, o seu destino por mais vezes que o tente enganar.
Quem viu o Filme “Rainha dos Malditos” que foi inspirado neste livro e no seguinte da saga chega à conclusão que este não tem a ver com a história de Anne Rice. A qual é muitas vezes superior.
As cenas introspectivas de cada personagem são bastante elucidativas do seu estado mental. As cenas de acção são completas e prendem o leitor.
Este volume agarra o leitor e a forma como termina desperta a curiosidade para o “A Rinha dos Malditos”. É sem dúvida a melhor saga de vampiros que já li e que agarra os leitores de uma forma subtil e que se entranha na nossa pele, deixando-nos a vontade de ler mais e mais.
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário