sábado, 20 de janeiro de 2018

[Opinião] "Os Melhores Contos de Edgar Allan Poe" de Edgar Allan Poe (Saída de Energência)

0




Sinopse:

Edição de luxo de capa dura, com 28 histórias de terror ilustradas por 28 artistas nacionais.

Quem foi Edgar Allan Poe? Um bardo tocado pelos deuses ou nada mais do que um homem atormentado pela loucura e pobreza e que desapareceu misteriosamente nos últimos dias antes da sua morte?

As histórias que deixou para trás mostram como o seu génio literário não se detinha perante nada. Abriu novos caminhos de ficção e tornou-se assim pai de histórias de detetives, pioneiro na ficção científica, um mestre do suspense e horror.


Reconhecido como uma das vozes mais influentes e inspiradoras do século XIX, a presente edição especial convida-o a apreciar 28 dos melhores contos do autor ilustrados por artistas nacionais, dando a conhecer o legado de Edgar Allan Poe a novas gerações.

Ficha Técnica:

Chancela: Saida de Emergência
Coleção: BANG
Data 1ª Edição: 08/09/2017
ISBN: 9789897730757
Nº de Páginas: 496
Dimensões: [16.3x23.6]mm

Encadernação: Capa Dura

Opinião:

Edgar Allan Poe é um nome de referência, mesmo sem se ter lido qualquer livro dele, de certeza que em algum momento já ouvimos algum comentário acerca dele, faz parte da nossa cultura.

A primeira vez que vi o livro fiquei rendida com a qualidade do mesmo. É verdade que tenho uma queda por livros de capa dura, já o admiti antes. Mas, a encadernação deste rivaliza com as do século XIX e leva-nos para uma outra época em que os livros eram ricos, resistentes e pesados. Folheando o livro fiquei rendida às ilustrações dos mais variados ilustradores portugueses. Cada uma me levava para um determinado lugar onde a ação ocorre.

Este livro foi o meu primeiro encontro com este autor, nunca tinha lido nada dele, por isso,  a minha introdução foi com o primeiro conto deste livro "Metzengerstein" . Este autor precede uma longa vaga de autores que durante o Século XIX se dedicaram ao género literário que Poe iniciou, mas que nunca conseguiram ultrapassar o génio que ele foi.

Após ter começado a ler não fui capaz de largar, tive de ler cada conto até ao fim e cada vez era mais difícil de parar de ler, queria saber o que é que ele ia inventar de seguida. Fiquei agarrada à escrita, à trama, ao mistério que estava presente a cada palavra, a cada linha. As descrições do autor são interessantes e cheios de momentos altos. Consegue manter o leitor agarrado até ao final a cada palavra, a cada passo que a personagem dá. No segundo conto, o que mais me atraiu nele foi este ter sido escrito na primeira pessoa, sendo que o final nos deixa a pensar.

O terceiro conto é muito negro intenso, baseado na Peste Negra acabou por se tornar bastante interessante e intenso, na época em que foi escrito era bastante atual e também chamou a atenção acerca de certas diferenças sociais na população daquela época.

No sexto conto apreciei a referência que o autor à matemática. E no décimo conto adorei a referência à astronomia e às recentes descobertas como por exemplo a nebulosa de Orion.

Ao longo dos contos vamos seguindo também uma critica à sociedade da época mas também passamos a ter uma visão mais profunda da mesma.

Um livro muito interessante que nos dá  a conhecer um homem que criou todo um movimento e um género literário.

LilianaNovais
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário