sexta-feira, 12 de agosto de 2016

[Opinião] "HIVE - Missão vingança" de Mark Walden

0


Sinopse:

H.I.V.E. é uma escola supersecreta de vilania aplicada onde jovens com um dom precoce para o mal desenvolvem os seus talentos. Afinal de contas, «os vilões têm as melhores engenhocas e usam os fatos mais fixes».
O problema é que os alunos estão lá contra a sua vontade, e não podem sair antes de se formarem. E nenhum vilão gosta de estar encarcerado!
O Otto e o Wing conseguem por fim sair de H.I.V.E., mas com autorização para o fazerem. A razão é que não é a mais feliz, já que vão ao funeral do pai do Wing, um cientista que trabalhava para a L.U.V.A. e que foi vítima de uma explosão no laboratório onde realizava as suas experiências.
Mas aquilo que podia ser uma oportunidade para o Otto e o Wing fugirem, depressa se torna numa corrida para salvarem o H.I.V.E. e as suas próprias vidas: um grupo de vilões vai atacar o H.I.V.E. para tomar o poder na L.U.V.A.

O Otto e o Wing são agora a última esperança para os alunos, para o Nero, para o Número Um e para a sobrevivência do próprio H.I.V.E.

Opinião:

ISBN: 9789897073496
Edição ou reimpressão: 06-2015
Editor: Booksmile
Idioma: Português
Dimensões: 198 x 130 x 22 mm
Encardenação: Capa mole
Páginas: 320
Tipo de Produto: Livro
Coleção: H.I.V.E.
Classificação Temática: Livros em Português > Infantojuvenil > Literatura Juvenil

Opinião:

Um vez mais os nossos anti-heróis se têm de tornar heróis e salvar o H.I.V.E..

O livro começa com uma desgraça, pois o pai de Wing faleceu e os dois personagens principais vão ter uma nova oportunidade para fugirem  e a liberdade parece-lhes tão perto, apesar do sabor agridoce que traz consigo.

As coisas complicam-se quando uma nova ameaça aparece.

Ambos os personagens nos surpreendem novamente com a sua capacidade de trabalhar em conjunto e em auto-sacrifício. As minhas personagens preferidas mantêm-se as mesmas e aos poucos o pano levanta-se sobre o que é o H.I.V.E. mas muito ainda fica por descobrir.

Um livro para as férias.

LilianaNovais
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário