domingo, 15 de maio de 2016

[Opinião] "Pede-me o que quiseres e eu dar-te-ei" de Megan Maxwell (Planeta)

0

Opinião:


Depois da trilogia "Pede-me o que quiseres" e "Surpreende-me", voltamos a reencontrar as personagens que tanto apreciamos nos volumes anteriores.

Neste volume, acompanhamos mais a vida de casais. O que se tornaria interessante, já que Jud e Erik têm mais dois filhos, a verdade é que o livro falha em ter uma trama coerente do início ao fim, algo que prenda o leitor. Os dois continuam igual a si próprios um demasiado frio, outro demasiado quente. E os conflitos que isso gera aconteceram já em livros anteriores e as suas discussões são repetições dos volumes anteriores.

Mais cativante foi a história de Björn e Mel, mas também podia ter sido mais explorada pela autoraa, que a deixou cair por terra. Não achei particularmente interessante que a filha de Mel chamasse pai ao Björn, quando a menina tem um pai, que faleceu é certo. Também importante salientar que passaram 5 anos e a filha de Mel ainda se comporta como se tivesse dois ou três.

Ao longo do livro nota-se a falta de interesse nas partes da vida corriqueira do casal e um excesso nos momentos mais tórridos. É certo que e a autora nos habituou a pormenores mais quentes, mas isso torna-se desilusório quando acompanhado de uma narrativa menos elaborada.

Para o final do livro torna-se mais interessante, mas mesmo assim as coisas não foram bem exploradas.

Um livro que prometeu muito mas ficou àquem das minhas expectativas.
LilianaNovais

Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário