quarta-feira, 16 de março de 2016

[Opinião] "Mundo do Fim de Mundo" de Lis de Sepúlveda (Porto Editora)

1




Sinopse:

Um adolescente, fascinado pela leitura de Moby Dick, aproveita as férias de verão para embarcar num baleeiro e conhecer, nos confins austrais do continente americano, as terras onde o mundo termina. Muitos anos depois, já adulto, jornalista e membro ativo dos movimentos ecologistas, o acaso fá-lo regressar a essas paragens distantes por uma razão distinta mas talvez igualmente romântica: a fauna marítima que habita as águas gélidas e impolutas desse mundo do fim do mundo está a ser destruída pela ação criminosa de navios piratas.


Partindo de um exercício ficcional de evocação da memória juvenil, impregnado de aventura e deslumbramento, Luis Sepúlveda traça um belíssimo roteiro do Chile Austral. Simultaneamente, põe a descoberto os obscuros interesses internacionais que sustentam a caça ilegal de espécies protegidas, aqueles que a praticam e aqueles que corajosamente a combatem, transformando a narrativa numa demanda pela salvação da vida do seu mar.

Ficha Técnica:

Edição/reimpressão: 2015
Páginas: 128
Editor: Porto Editora

ISBN: 978-972-0-04791-5

Opinião:

Luis de Sepúlveda é um dos meu escritores preferidos. Os seus livros são sempre bastante pequenos e cheios de significado. Quando lemos um dos seus romances ficamos sempre a saber algo de novo sobre nós próprios e o mundo em que vivemos.

Quando lemos um livro deste autor somos confrontados com grandes problemas sociais ou ambientais e, neste "Mundo do Fim do Mundo" não é diferente dos outros. Neste romance somos confrontados com a permanente guerra entre os seres humanos e a natureza.

Quando li este livro fiquei logo rendida ao tema e à história. Luis de Sepúlveda consegue trazer-nos um romance em que nos revela o pior do ser humano e mesmo assim mostrar a coragem que, por vezes surge dos lugares mais inesperados.

Um excelente romance de um dos melhores escritores da actualidade.

LilianaNovais
Reacções:

1 comentário:

  1. Olá Liliana,
    Ainda não li nada do autora, mas tenho muita curiosidade.
    Parece muito interessante.
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar