quinta-feira, 4 de junho de 2015

[Opinião] "Incontrolável" de Sylvia Day (Quinta-essência)

0


Sinopse:

São o casal mais escandaloso de Londres. Isabel, Lady Pelham, e Gerard Faulkner, marquês de Grayson, são iguais em tudo: nos seus apetites sexuais, nos seus amantes constantes, na sua inteligência, nas reputações provocadoras e na recusa absoluta de arruinar o seu casamento de conveniência apaixonando-se um pelo outro. Isabel sabe que um rapaz tão encantador jamais lhe interessará e que nunca conseguirá influenciar o coração de libertino dele. É uma farsa muito agradável… até que uma surpreendente reviravolta tira Gerard do seu lado.
Agora, quatro anos mais tarde, Gerard regressou a casa para junto de Isabel. Porém, o homem despreocupado e travesso que partiu foi substituído por um homem taciturno, poderoso e irresistível que está decidido a empregar a sedução para conseguir o seu afeto. Desapareceu o companheiro despreocupado que partilhava a sua amizade e nada mais, e no seu lugar está a própria tentação… um marido que deseja o corpo e a alma de Isabel, e que não se deterá diante nada para conquistar o seu amor. Não, este não é o homem com que se casou. Mas é o homem que pode por fim roubar-lhe o coração…

Ficha Técnica:

Edição/reimpressão: 2015
Páginas: 328
Editor: Quinta Essência
ISBN: 9789897261725


Opinião:

Sylvia Day é considerada uma das melhores escritoras de romance erótico da actualidade. A sua versatilidade é bem conhecida pelos seus fãs e portanto deleita-nos com os mais variados cenários desde a época vitoriana até aos dias de hoje.

"Incontrolável" é um romance cuja acção se desenrola na época vitoriana, esta faz parte do imaginário feminino graças às grandes autoras como é o caso da Jane Austen ou mesmo as irmãs Brönte. Os homens são sempre galantes e as mulheres ou são recatadas ou escandalosas, nunca há meio termo. Ao contrário destas escritoras, os livros actuais têm uma componente picante para aquecer o sangue das leitoras.

Neste romance conhecemos um casal, Isabel e Gerard, cujo casamento por conveniência que tinha como objectivo dar a liberdade que ambos almejavam acaba por se tornar uma armadilha e um jogo do rato e do gato entre eles.

Isabel é uma mulher decidida, fiel, forte e independente. É uma mulher de garra, o que a torna muito atraente e apetecível aos olhos dos homens e uma rival aos olhos das mulheres. Todas a invejam secretamente pela sua liberdade e irreverência. Por seu lado, Gerard é um homem misterioso e intenso e que quando coloca algo na cabeça não desiste até atingir o seu objectivo, por mais obstáculos que se imponham na sua frente. E ele quer a sua esposa ao seu lado, e não só no papel. Acaba por se tornar insolente. É delicioso ler as escaramuças entre os dois e perceber que são perfeitos um para o outro, mesmo quando eles não o vêm.

Tal como já nos habituou anteriormente, este romance está harmoniosamente equilibrado entre cenas de paixão tórridas descritas com pormenor e bom gosto e com uma história intensa e cativante. Fiquei viciada na história  e a torcer pelas duas personagens

Um romance que nos vai entreter durante horas e que será um livro interessante para se ler nas férias

LilianaNovais
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário