quarta-feira, 29 de abril de 2015

[Opinião] "Adivinha Quem Sou Esta Noite" de Megan Maxwell (Planeta)

0



Sinopse:

Após o incidente provocado por uma ex-amante de Dylan, Yanira e ele celebram o seu ansiado casamento. A vida de recém-casados é uma contínua lua-de-mel. Ambos são duas feras do sexo e gostam das fantasias e de experimentar coisas novas. Juntos inventam um jogo chamado Adivinha Quem Sou Esta Noite, repleto de luxúria, possessão e sensações, onde os limites são estabelecidos por eles.

Tudo caminha às mil maravilhas até que Yanira regressa aos espectáculos. O que para ela é um sonho tornado realidade, para Dylan será o ponto de partida para muitos problemas, desconfianças, ciúmes e rupturas, que se multiplicam com as invenções da imprensa.
Yanira e Dylan não conseguirão evitar que as suas vidas se descontrolem de uma forma inimaginável.

Neste segundo e último livro da série Adivinha Quem Sou Esta Noite a sexualidade e a sensualidade dos protagonistas farão o seu corpo entrar em combustão.

Quando acabar este livro, de certeza procurará um parceiro disposto a jogar e sussurrar-lhe-á: «Adivinha Quem Sou Esta Noite».

Ficha Técnica:


Edição/reimpressão: 2015

Páginas: 475
Editor: Editorial Planeta

ISBN: 9789896576059

Opinião:


Até há pouco tempo atrás, o género erótico não era um dos meus de eleição, nunca tinha lido nada relacionado com isso. Mas, ultimamente tenho ficado surpreendida pela positiva com este estilo de literatura e leio mais, ainda que não seja muito comum.


Há pouco tempo li outro livro de Megan Maxwell, o "Surpreende-me" e tinha  gostado da autora. Neste "Adivinha Quem Sou Esta Noite", esta manteve a sua qualidade enquanto escritora e as suas descrições das cenas mais íntimas continuam a ser simples e pormenorizadas.

A relação entre os dois personagens é intensa mas por vezes nos faz sentir que falta algo, ou nas personagens em si ou na descrição da relação, depois de ler o outro livro da autora, parece-me que este ficou um pouco abaixo das minhas expectativas. A personagem da Yanira por vezes deixa-me com vontade de lhe dar um grito e a fazer acordar para a vida e o Dylan parece também um pouco o homem troglodita. Mas como os dois são assim, estão perfeitos um para o outro.

O início do livro é muito intenso e a autora conseguiu manter essa intensidade ao longo dos primeiros capítulos, mas quando a Yanira decide perseguir a carreira musical acaba por se perder um pouco isso e acho que o livro perdeu com isso. A autora devia colocar mais conflito e ter elaborado mais a trama de forma a aumentar o interesse dos leitores.

Os últimos capítulos acabam por se tornar um pouco mais intensos e acabam por salvar o livro, assim como os momentos mais hilariantes do livro, que se situam, na maioria destes, nesta fase final.No geral é um livro interessante mas não o melhor da autora.

LilianaNovais
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário