terça-feira, 20 de janeiro de 2015

[Opinião] "A Cidade das Almas Perdidas" de Cassandra Clare (Planeta)

0


Sinopse:

O demónio Lilith foi destruído e Jace liberto do cativeiro. Quando os Caçadores de Sombras chegam, porém, nada encontram além de sangue e vidros partidos. O rapaz que Clary ama desapareceu, bem como o que odeia: o irmão, Sebastian, determinado a vencer os Caçadores de Sombras. 

A magia de Clave não consegue localizar o paradeiro de nenhum dos jovens, mas Jace não pode ficar afastada de Clary. Quando se reencontram, Clary descobre o horror causado pela magia de Lilith - Mal. A Clave está determinada a destruir Sebastian, mas é impossível atingir um dos rapazes sem destruir o outro.

Ficha Técnica:

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 384
Editor: Editorial Planeta
ISBN: 9789896573218
Coleção: Livros Fantásticos

Opinião:

"A Cidade das Almas Perdidas" é o quinto livro da saga "Instrumentos Mortais" de Cassandra Clare que me conquistou no ano passado e cujo final está próximo, sendo já no próximo volume o qual foi lançado no mês passado pela Planeta.

As coisas tornam-se cada vez mais complicadas e a evolução da história toma um rumo imprevisível, o que nos deixa literalmente sem tapete. Simon continua a ter um papel central nesta história e gostei bastante do novo rumo que a autora deu a esta personagem que foi tão ignorada nos três volumes anteriores, eu sei que já disse isso anteriormente, mas continua a ser verdade.

Neste volume vamos começando a conhecer melhor o Sebastian (Jonathan) que tem um papel mais interessante e começamos a ver melhor quem ele é e o que ele realmente pretende. Este é um manipulador nato e que não vê meios para chegar aos seus fins, se por vezes o vemos como ser humano acabamos por desconfiar sempre das suas verdadeiras intenções e se tudo não passa de um  plano muito bem elaborado para que tudo corra como ele quer. 

Jace mostra o seu lado mais negro neste volume, vemos os limites do que ele é capaz de fazer e repensamos tudo o que sabemos dele e as ideias pré-concebidas que temos dele. E isso tira-nos o tapete e vemos a fragilidade que é sermos humanos.

Fiquei com uma grande dúvida acerca dos sonhos de Clary e do seu significado no futuro. O que estará para acontecer e quem lhe estará a dar aqueles sonhos, será o Céu ou o Inferno.

Novamente o romance dos dois protagonistas se torna o foco desta história apesar e já não ser a prioridade da autora. A história cresceu e tornou-se algo mais que não esperávamos. A morte de Valentine não foi o ponto final desta grande obra e demostra-se, uma vez mais, que Cassandra Clare é uma excelente autora e dotada de um grande talento.
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário