domingo, 2 de fevereiro de 2014

[Opinião] “Na Sombra da Vida” de J. R. Ward (Casa das Letras)

0


Sinopse:

Desde a morte da shellan que Tohrment é uma sombra do líder vampiro de outrora. Fisicamente debilitado e profundamente destroçado, foi levado de volta à Irmandade por um anjo caído egocêntrico. De regresso à guerra com um desejo de vingança implacável, não está preparado para enfrentar um novo tipo de tragédia. Quando Tohr começa a ver a sua amada em sonhos - presa num mundo frio e isolado, longe da paz e da tranquilidade do Vápido - aceita a ajuda do anjo, na esperança de salvar quem perdeu. No entanto, como Lassiter lhe diz que tem de aprender a amar outra vez para libertar a sua antiga companheira, Tohr apercebe-se de que estão todos condenados... É nessa altura que uma fêmea com uma história obscura começa a aproximar- -se dele. No cenário da guerra com os minguantes e com um novo clã de vampiros a almejar o trono do Rei Cego, Tohr debate-se entre o passado enterrado e um futuro escaldante e cheio de paixão... mas será capaz de libertar o coração, e a todos eles?

Ficha Técnica:

Ano da Edição: 2014
Número Páginas: 736
ISBN: 9789724622163
Editora: CASA DAS LETRAS

Opinião:

 Já li outros livros desta autora anteriormente, mas este é o primeiro que leio desta saga. Senti-me um pouco perdida porque este já é o X volume desta saga, e era necessário ler os anteriores para estar dentro da história e das imensas personagens que a constituem.

Neste romance, o foco central é uma guerra entre os vampiros e os minguantes. Mas neste volume não aparece tanto. A autora aborda mais as relações entre as personagens e as suas reações uns aos outros e aos acontecimentos do que à guerra em si.

Aqui vemos a evolução das personagens e como superam os traumas da sua vida e como por vezes as coisas são mais complicadas do que pensamos.

A personagem que mais evoluiu e que mais cresceu neste romance é a No’one, ela cresce ao longo da história e tentando encontrar novamente o seu rumo. Também Thor e Lassiter mudam ao longo da história. Se bem que achei o Lassiter um pouco irritante.

O livro é muito volumoso e por vezes parece que a autora arrasta um pouco a história entrando em pormenores que podiam se ignorar. Parece-me que a trama se vai intensificar no próximo volume com o aparecimento de novas personagens com intenções mais negras.

A autora explora bastante a sexualidade e a sensualidade inerente aos vampiros criando momentos tórridos e sensuais entre as personagem e as suas descrições pormenorizadas desses instantes fazem as delicias dos seus ávidos leitores.

Uma continuação que os fãs vão adorar.


Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário