segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

[Opinião] "Sonhos de Papel" de Ruta Sepetys

0


Sinopse: 

Josie Moraine vive mais do que uma vida. Ela é filha de uma das prostitutas de luxo mais cobiçadas de Nova Orleães, um estigma que a arrasta para o submundo decadente da cidade. Vítima da negligência da mãe, tem nos moradores do extravagante Bairro Francês os seus maiores aliados. De Cokie, humilde e fiel; a Willie, a dona de um bordel cuja frieza esconde um coração de ouro; e a Jesse, tímido, atraente e eternamente apaixonado, todos a protegem e velam por ela. Mas Josie sonha mais alto e move-se com igual à-vontade nos corredores da livraria onde, graças à bondade de um desconhecido, trabalha e habita. Este é o seu porto seguro. Aqui, entre as estantes repletas de livros, no pequeno escritório que agora lhe serve de quarto, não tem de se defender da sua própria mãe nem fingir ser a durona solitária que domina as ruas. Ao anoitecer, quando a porta se fecha e as luzes se apagam, ela descobre nas páginas que folheia a imensidão do mundo e anseia por uma vida melhor. Uma vida como a de Charlotte, a filha de uma família da alta sociedade, cuja amizade a inquieta a ponto de arriscar tudo, mesmo a promessa de um amor verdadeiro. E quando os seus sonhos estão prestes a realizar-se, um crime muda tudo... para sempre. 

Ficha Técnica: 

Ano da Edição / Impressão / 2014 
Número Páginas / 384 
ISBN / 9789892325187 
Editora / ASA 

Opinião: 

Todos nós, em alguma altura da nossa vida, pensamos em mudá-la. Este livro é para essas alturas e para nos mostrar que com força de vontade conseguimos mudar a nossa vida. 

Josie estava destinada a uma vida complicada e todos acreditavam nisso. com o passado que a sua mãe tinha e a infância infeliz que passou, ela estava destinada ao falhanço. Ela revela uma excelente força de vontade e perseverança. Nota-se que é uma personagem muito forte e com um sentido enorme de responsabilidade. As outras personagens acompanham a nível de complexidade e profundidade. 

A autora começa o livro de uma forma bastante crua e directa e vai manter esse registo ao longo do livro, o que torna-o bastante viciante. A acção desenrola-se de uma foram gradual e damos por nós a torcer pela personagem principal e a sofrer com ela. é um livro muito envolvente e emotivo. Honestamente não consegui parar de o ler até o terminar, e mesmo assim fiquei com curiosidade de continuar a ler e descobrir mais acerca destas personagens e do que o futuro lhes reserva. 

acção do livro ocorre nos anos 50, mas a história é tão actual que poderia ocorrer nalguma cidade nos dias de hoje. O preconceito associado à prostituição e aos filhos que nascem dessas relações ainda existe e infelizmente prejudica muitas vidas, fechando-lhes as portas.  

É um romance bastante interessante e viciante que nos provoca sensações fortes e empatia pelas personagens.
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário