sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

[Opinião] “After Earth” de Peter David (Saída de Emergência)

1


Sinopse:

A história oficial do filme épico After Earth.

O general Cypher Raige, do Corpo Unificado de Patrulheiros, é apenas o último de uma longa linhagem de heróis. Durante mil anos, desde que o apocalipse ambiental dominou a Terra, os Raige foram um instrumento fundamental para a sobrevivência da humanidade. Lideraram o caminho quando os sobreviventes foram forçados a abandonar a Terra, instalaram-se num planeta inóspito ao qual chamaram Nova Prime, enfrentaram a chacina por parte de uma misteriosa força alienígena e estabeleceram um novo lar na ponta mais longínqua da galáxia.

Cypher acabou de regressar para junto da família após uma prolongada missão no exterior. Para o seu filho de treze anos, Kitai, acompanhar o lendário pai é a aventura de uma vida – e uma oportunidade para salvar a relação deles.

Mas, quando um asteroide colide com a nave deles, despenham-se e Cypher fica seriamente ferido, correndo risco de vida. Kitai Raige sempre quis provar que estava à altura de conviver com um apelido tão ilustre. E agora, talvez cedo de mais, terá a sua oportunidade. Com a vida do pai em risco, Kitai tem de se aventurar em terreno desconhecido e hostil num novo mundo que parece estranhamente familiar: a Terra.

Ficha Técnica:

Chancela: Saida de Emergência
Coleção: BANG
Data 1ª Edição: 07/06/2013
ISBN: 9789896375256
Nº de Páginas: 240
Dimensões: [160x230]mm
Encadernação: Capa Mole

Opinião:

“After Earth” é sem dúvida a melhor adaptação cinematográfica de um livro deste ano. Peter David é já um nome conceituado na ficção científica e esta obra só o vem realçar mais.

A capa do livro prima pela sua simplicidade, apenas mostra pai e filho. O já conhecido Will Smith e o seu jovem filho Jaden Smith.

Existem já muitos livros que abordam temas pós-apocalípticos e que nos levam ao extremo, sempre tendo a Terra como cenário. Este livro inova numa coisa, a Terra está interdita e os seres humanos já lá não habitam, partiram em arcas para o espaço em busca da sobrevivência. Num futuro muito longínquo os seres humanos tentam sobreviver a uma guerra contra uns extraterrestres e lutam contra seres criados especificamente para caçarem os seres humanos e os matarem, conhecidos por ursas. É neste mundo de incerteza e de medo onde pai e filho crescem. O pai Cypher, general, é conhecido por ter sido o primeiro a vencer o medo e a matar um Ursa. É segundo essa imagem que Kitai cresce e pensa que tem de seguir os passos do pai para que este sinta orgulho nele. Por seu lado, Cypher não consegue exprimir bem os seus sentimentos nem sabe reagir perto do filho. Mas ao longo do livro vemos a relação entre os dois florir e ganhar uma dinâmica muito própria.


O facto de o livro ser pequeno permite ao autor manter uma intensidade elevada, e deixa o leitor viciado, já que a história tem poucos momentos mortos. As descrições de Peter David são muito visuais, reveladoras da sua experiência como cineasta e argumentista. Isto faz-nos visualizar com facilidade todos os momentos da história como se apresentam no filme.
Reacções:

1 comentário:

  1. Olá,

    Bem espero não estar a perder bons livros, gostei do teu comentário e fiquei muito curioso. Pelo que percebo tem continuação certo ?

    Bjs

    ResponderEliminar