sábado, 16 de novembro de 2013

[Opinião] “O Golpe” de Janet Evanovich (Topseller)

0


Sinopse:

Ela é uma detetive implacável. Ele é um vigarista procurado. Juntos são a arma secreta do FBI para investigar o golpe perfeito. Kate O’Hare é uma das melhores agentes do FBI. Nick Fox é um vigarista genial, presente na lista dos Dez Mais Procurados do FBI. Ela raramente falhou um caso — a exceção é Nick, que sempre escapou à sua vigilância enquanto aplicava inacreditáveis golpes de alto risco a milionários. Eles sentem-se atraídos um pelo outro: ela é teimosa e exigente, ele é charmoso e imaginativo.

Juntos, e com uma equipa de vigaristas amadores reunida por Nick, vão montar um golpe genial para capturar um investidor corrupto que fugiu com 500 milhões de dólares e que se esconde numa das 17 mil ilhas da Indonésia. Entre uma forte atração mútua, problemas de liderança e choques de personalidade, será que esta dupla improvável irá ser bem-sucedida?

Ficha técnica:

Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 320
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898626233

Opinião:

Eu conheci esta autora recentemente quando li o livro o “Sorte Explosiva” o qual já foi criticado aquino Blog anteriormente. “O Golpe” foi escrito em colaboração com Lee Goldberg, e isso é bem patente ao longo das páginas, é um livro mais sóbrio e com mais acção e com menos humor do que o outro.

Este volume fez-me lembrar muito o “Apanha-me se Puderes”, Kate tenta apanhar Nick, na verdade é obcecada por isso ao ponto que não tem vida pessoal e que não sabe fazer mais nada a não ser isso. Nick por seu lado é sedutor e charmoso, quando o livro se inicia ambos já têm uma relação perseguidor – presa que não está bem definida e por vezes o ódio confunde-se com desejo. Isto faz o romance aquecer e torna interessante ver a dinâmica entre os dois evolui. Kate é uma mulher de acção sempre preparada para todas as situações enquanto Nick utiliza o seu charme e inteligência para tentar obter aquilo que quer. Isto torna-os a dupla perfeita, imbatível.


O livro é viciante desde a primeira palavra, repleto de acção e de twists interessantes e que nos surpreendem a cada virar de página. Li compulsivamente até ao final não conseguindo parar. É um registo muito diferente do romance que tinha lido mas adorei, Janet Evanovich conseguiu provar que é muito versátil a nível de escrita.
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário