segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

[Opinião] "Voltar a ti" de José Rodrigues (Coolbooks)

0



Sinopse:

«O amor não é sentimento para repousos longos e confiantes, mas, como acontece com todas as coisas intensas deste mundo, é uma das fontes maiores da felicidade humana.»

Constança divide os seus dias entre dois mundos. Na cidade grande do Norte, dedica-se ao trabalho e a Guilherme, o companheiro com quem reparte os planos para o futuro. Na sua pequena aldeia do interior, encontra a doçura das memórias de infância e o carinho dos pais, enquanto apoia e conforta o irmão mais velho, Luís, recentemente regressado a casa, onde procura recuperar de um profundo desgosto.

Um inesperado desafio profissional força-a a alterar as rotinas. Se a distância geográfica a obriga a reconstruir a sua presença habitual entre os dois lugares, sentimentos novos e inesperados abrem-lhe um caminho até agora desconhecido pelo seu coração.


Entre a tragédia e a perda, o amor e a saudade, o novo mundo de Constança surge de forma intensa, surpreendendo-a a cada passo e a cada incerteza. Com ele, a sua reconstrução interior e também a espera, sempre paciente, pela felicidade…

Ficha Técnica:

Ano de edição ou reimpressão: 2017
Editor: Coolbooks
ISBN: 978-989-766-152-5
Idioma: Português

Número de páginas (estimadas): 272

Opinião:

Já há algum tempo que não lia nada de um autor português nem da Coolbooks. "Voltar a ti" foi o livro que me despertou a curiosidade. Pela sua sinopse pareceu ser algo de diferente do habitual.

O livro começa de uma forma simples e lenta, mas rapidamente a ação começa a desenrolar-se e a evoluir calmamente até ao clímax.

A personagem principal, Constança, é uma mulher bem sucedida profissional e, aparentemente, também a nível pessoal. Com ideias bastante fixas acaba por se revelar uma mulher muito resiliente. Quando uma nova oportunidade profissional surge, ela não hesita em se atirar de  cabeça. Nunca esta imagina que essa decisão vai mudar radicalmente a sua vida.

Guilherme é uma personagem que me irritou desde o primeiro momento, não consegui sentir qualquer empatia com este, sempre houve algo nele que me deixou mais alerta.

As outras personagens são bastante interessantes e realistas, sendo que a mãe de Constança me fez lembrar muitas das mulheres que existem por este país fora.

Como romance está bastante interessante, até tem uma grande tragédia para alterar o curso da história. Apesar de bastante curto, é satisfatório. Um excelente livro dentro do género.


LilianaNovais
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário