quarta-feira, 22 de março de 2017

[Opinião] "Lucrécia Bórgia - A Princesa do Vaticano" de C. W. Gortener (TopSelller)

0



Sinopse:

A infâmia é um veneno que nos corre no sangue…
É o preço a pagar por sermos Bórgias.

C. W. Gortner revela-nos a história fascinante de uma das mais poderosas famílias do Renascimento, que dominou a política e a sociedade da época. Movidos por uma sede desenfreada de poder, os Bórgias cometeram os pecados mais cruéis, tornando-se sinónimo de intriga, perfídia e delito.

Com a controversa eleição de Rodrigo Bórgia como papa Alexandre VI, os Bórgias alcançam uma posição privilegiada na corte papal, dando início a uma nova era na cidade eterna. Mas Roma acaba por revelar-se tão encantadora quanto perigosa.

Perante a ameaça de uma invasão francesa, Rodrigo, pai da jovem e inocente Lucrécia, é obrigado a casá-la com um adversário poderoso, tornando-a um mero peão num perigoso jogo de poder. Contudo, quando as acusações escandalosas de assassinato e incesto de que Lucrécia é alvo ameaçam aqueles que ama, somente a sua astúcia e inteligência a poderão salvar.


Conseguirá a jovem princesa fugir ao destino fatal que lhe foi imposto à nascença pelo seu sangue Bórgia?

Ficha Técnica:

ISBN: 9789898855183
Edição ou reimpressão: 01-2017
Editor: TopSeller
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 228 x 28 mm
Encadernação: Capa mole 
Páginas: 448
Tipo de Produto: Livro 
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Romance

Opinião:

A vida de Lucrécia Bórgia não podia ter sido mais trágica. Manipulada pela família nunca conseguiu ser realmente feliz.

Muito se fala sobre os Bórgia e muita tinta tem corrido acerca desta família que ascendeu ao poder à custa de muitas inimizades e de inimigos. A sua ascensão e declínio têm sido algo de muita especulação por historiadores ao longo de séculos. A verdade é que nunca saberemos a verdade por falta de documentação.

Lucrécia foi peão no jogo de interesses do pai e dos irmãos, que secretamente se odiavam. Nunca havia sido verdadeiramente amada até o seu segundo marido, o qual sucumbiu, também, à ambição da sua família. Retratada como uma mulher promiscua, este livro mostra-nos uma nova versão de Lucrécia, mais natural e mais indicada, provavelmente, para as mulheres daquela época e do seu papel na sociedade.

É um livro bastante interessante, baseado em fatos históricos e pouco fantasioso, mostrando um lado mais realista acerca dos Bórgia e do que os pode ter movido.
LilianaNovais
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário