segunda-feira, 27 de abril de 2015

[Opinião] "Um Mundo de Possibilidades" de Kaui Hart Hemmings (Presença)

0



Sinopse:

Sarah St. John tenta recuperar de um golpe devastador. Há três meses, o seu filho Cully de 22 anos morreu soterrado na neve na sequência de uma avalanche. Sarah regressa ao seu trabalho, o seu pai veio viver com ela e Suzanne, a sua melhor amiga, está sempre disponível para ela. Sarah, no entanto, sente-se só perante a dor e uma existência que lhe parece vazia de sentido. Mesmo quando o pai de Cully reaparece, desperta mais emoções e confusão do que Sarah precisa.

É então que uma jovem vem bater à sua porta com um segredo que pode mudar a vida de todos. 

Em Um Mundo de Possibilidades, Kaui Hart Hemmings, a celebrada autora de Os Descendentes, explora com mestria a forma como os afetos e o humor podem ajudar a sarar a dor causada pela perda daqueles que mais amamos.

Ficha Técnica:

Coleção: Grandes Narrativas
Nº na Coleção: 602
Data 1ª Edição: 16/04/2015
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-5522-3
Nº de Páginas: 288
Dimensões: 150x230mm

Opinião:

Estamos a festejar no Domingo o Dia da Mãe, e sempre nos disseram que não há amor como o de Mãe. Coisa que, por vezes, nos esquecemos e tomamos como certo para o resto da vida. A maior dor que uma mãe pode sentir é a perda de um filho, de uma forma trágica, imprevisível e definitiva. E "Um Mundo de Possibilidades" aborda esse mesmo tema.

O livro começa com um tom mais negro e possivelmente depressivo, concordante com o estado de espírito da personagem principal, Sarah, a qual perdeu o seu filho, Cully, num trágico acidente, uma avalanche. Vemos como esta apenas aparenta estar bem, mas que na realidade sente-se isolada e como se ninguém a compreendesse. A sua dor tolda-lhe os sentidos e ela está muito virada para si mesma ignorando os sentimentos dos outros e mesmo tornando-se agressiva e insensível. Ela tenta lutar contra esse sentimento e contra o negativismo que tem, procurando encontrar uma razão de viver. Detesta ser definida como a mãe que perdeu um filho. Aos poucos vai descobrindo outras facetas do filho que desconhecia e que podem mudar a ideia que ela tinha acerca dele.

Para a apoiarmos temos o pai de Cully, Billy, com quem ela manteve uma amizade distante ao longo dos anos, o seu pai e a grande amiga Suzanne. Os seus caminhos vão-se cruzar com a misteriosa Kit, que é mais do que aparenta e que os vai mudar bastante.

Este livro evolui assim como as personagens e vamos vendo a narrativa a tornar-se mais alegre e com alguns momentos de humor que nos farão sorrir. A autora aborda um tema bastante complexo e sentimental com mestria e com delicadeza, evitando chocar os leitores e também vicia-nos na leitura porque queremos sempre saber mais e compreender melhor as personagens.

Habilitem-se a ganhar um exemplar de "Um Mundo Cheio de Possibilidades" aqui no Blog.



LilianaNovais

Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário