sábado, 7 de março de 2015

[Opinião] "O amor da tua vida" de Cecilia Ahern (Editorial Presença)

2





Sinopse:


Contra toda a lógica da teoria das probabilidades, Christine Rose vê-se, no curtíssimo espaço de um mês, por duas vezes diante da iminência de assistir a um suicídio. No primeiro caso, o de Simon Conway, não conseguiu impedi-lo. Mas quando, uma noite, ao atravessar a ponte de Ha´ penny, em Dublin, se depara com um homem, que ameaça atirar-se ao rio, Christine promete a si mesma que desta vez não irá falhar. Adam Basil, é este o nome do misterioso estranho, não pode morrer. Tem então uma ideia inusitada: fazer um pacto com ele. Compromete-se a, até ao dia do seu 35º aniversário, a duas semanas de distância, fazê-lo apaixonar-se de novo pela vida.

O Amor da Tua Vida traz-nos Cecelia Ahern no seu melhor, com uma história capaz de nos comover, divertir e apaixonar.

Ficha Técnica:

Coleção: Champanhe e Morangos
Nº na Coleção: 57
Data 1ª Edição: 04/11/2014
Nº de Edição: 1ª
ISBN: 978-972-23-5404-2
Nº de Páginas: 280
Dimensões: 150x230mm

Opinião:

Eu conheci a autora Cecilia Ahern por coincidência quando li pela primeira vez o livro "Para sempre, Talvez" e que já foi criticado aqui no blog anteriormente. Acabei por ficar rendida a esta autora e à sua forma de escrever. Neste livro, "O amor da tua vida" o registo da autora é completamente diferente do volume anterior, aqui a autora narra os acontecimentos ao invés de escrever as correspondências entre as mesmas. Esta forma de escrever foi bastante interessante e mostrou uma capacidade diferente da autora e a sua versatilidade.

Este livro começa de uma forma violenta e se formos ler a sinopse parece ter uma premissa muito triste e a Christine parece ser uma pessoa bastante azarada para se ver duas vezes envolvida em duas situações complicadas e por isso acaba por tomar decisões que vão mudar a sua vida de uma forma imprevisível e a colocam muitas vezes em situações perigosas. Christine parece ser uma mulher muito guiada pelos seus sentimentos e reage de acordo com eles.

Por seu lado, Adam é o contante pessimista que nos leva à irritação. Mas, depois entranha-se na nossa pele e não conseguimos deixar de lhe desejar tudo de bom e que consiga superar os seus receios e inseguranças.

A história entre os dois é surpreende e tem momentos de humor, a autora consegue por-nos a questionar se realmente eles vão ficar juntos, se a Christine consegue salvar o Adam ou não.

Este foi um livro que me custou a iniciar a ler, mas que depois me cativou profundamente e me proporcionou umas boas horas de leitura. O final esse deixo para vocês descobrirem. Será que ela o vai salvar?



LilianaNovais

Reacções:

2 comentários:

  1. Olá Liliana :)

    Nunca li nada de Cecelia Ahern, mas fiquei bastante curiosa com a tua opinião!

    Beijinhos,
    Rosana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Rosária

      Ainda bem que ficaste com curiosidade é um livro muito interessante.

      Beijinhos,
      Liliana

      Eliminar