terça-feira, 15 de julho de 2014

[Opinião] “Perdoa-me” de Lesley Pearse (Edições ASA)

0



Sinopse:

A vida pode mudar num segundo.

O instante em que encontrou a mãe sem vida nunca se extinguirá da memória de Eva Patterson. Num bilhete, as suas últimas e enigmáticas palavras: Perdoa-me.
O mundo seguro de Eva ruiu naquele momento devastador. Mas o inesperado suicídio de Flora vai marcar apenas o início de uma sucessão de acontecimentos surpreendentes. No seu testamento, Flora deixa a Eva um estúdio em Londres. Este sítio é a primeira pista para o passado secreto de uma mulher que, Eva percebe agora, lhe é totalmente desconhecida.
No sótão do estúdio, a jovem encontra os diários e os quadros da mãe, provas de uma fulgurante carreira artística mantida em segredo. O que levou Flora a esconder tão fundo o seu passado? Ao aproximar-se da verdade, Eva descobre um crime tão chocante que a leva a questionar-se se alguma vez conseguirá, de facto, perdoar.

Ficha Técnica:

Ano da Edição / Impressão / 2014
Número Páginas / 488
ISBN / 9789892327471
Editora / ASA

Opinião:

“Perdoa-me” foi o primeiro contacto que tive com a obra de Lesley Pearse. Este é um romance complexo cheio de mistério e muito direccionado para as relações humanas. Quando o lemos ficamos a conhecer as personagens mas também nos leva a tentar conhecermo-nos melhor e a quem nos rodeia e faz parte da nossa vida. Quando o terminamos chegamos à conclusão que há sempre algo que desconhecemos acerca das pessoas em geral.
O romance começa de uma forma trágica, com um evento que vai abalar a vida de Eva e vai destruir todas as suas crenças e ideias pré-concebidas. A autora vai-nos revelando os acontecimentos do passado, ocorridos antes do seu nascimento e também segredos que nunca imaginamos. Aos poucos a autora nos surpreende de uma forma imprevisível e ficamos sempre à espera do que nos vai acontecer de seguida.
Há personagens pelas quais nos apaixonamos e outras que detestamos, chegamos mesmo a ganhar-lhes aversão, este é o caso do padrasto de Eva, Andrew, por vezes eu apenas tinha vontade de entrar no livro e dar-lhe dois berros, esta personagem é detestável e acaba por se tornar um vilão bastante interessante e que mostra que tem muito a perder com as investigações de Eva ao seu passado.
Lesley escreve de uma forma apaixonada e repleta de emoção. Sentimos aquilo que os personagens sentem e nos deixamos envolver pela trama de uma forma muito intensa e natural.
Um excelente livro para se levar para ler nas férias de Verão.
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário