quinta-feira, 5 de junho de 2014

Novidade Topseller

0



«Um livro que fará o leitor soluçar…o que podia ser um romance previsível transforma-se numa história emocionante sobre a fragilidade do amor e do casamento.» 
Kirkus Reviews

«Este retrato de um casal que se força a responsabilizar-se pelo falhanço da sua relação é, ao mesmo tempo, familiar e de partir o coração.» -People

«Um olhar inteligente sobre o casamento. Uma história tocante, com um final surpreendente que atrai os leitores.» - Booklist

«Uma leitura inteligente e estimulante.» - The Washington Post


Depois de Dias de Paixão, já chegou às livrarias o novo romance de Sarak Pekannen Quando o Teu Coração Parou, (Topseller I 352 pp I 18,79€). Um romance tocante, com um final que vai surpreender.

Sarah Pekkanen é uma autora bestseller norte-americana, com cinco romances publicados em países como Reino Unido, China, Austrália, Alemanha, Itália, Holanda, Polónia, Canadá e Espanha. Os seus livros são êxitos sucessivos de vendas. Escreveu para vários jornais e revistas como a People, o Washington Post e o USA Today



Ele quer uma segunda oportunidade. Ela dá-lhe três semanas. Quanto tempo restará a ambos?
Visto de fora, o casamento de Julia e Michael parece ser perfeito. Ambos filhos de infâncias difíceis, vivem agora uma vida de sonho na sua casa luxuosa em Washington, DC. Julia é uma organizadora de eventos muito requisitada, e Michael acaba de vender a sua bem-sucedida empresa por 70 milhões de dólares. Mas, na verdade, ao longo dos anos Michael foi-se afastando de Julia, privilegiando o trabalho, e vivem ambos uma relação infeliz, apesar de funcional.

Um dia, inesperadamente, Michael tem uma paragem cardíaca. Quatro minutos e oito segundos depois, um desfibrilhador portátil reanima o seu coração. E no decorrer daqueles minutos perdidos, ele torna-se uma pessoa diferente. Agora, o dinheiro nada lhe diz, e Michael resolve desfazer-se de todo o património.

O mundo de Julia colapsa. Por um lado tem agora o vislumbre do homem que outrora amou mas que, ao longo dos anos, se foi tornando um estranho; por outro, feridas do passado tardam em sarar e deixam-na reticente quanto a esta mudança. Será possível voltar a acreditar numa vida simples e mais feliz?
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário