terça-feira, 27 de maio de 2014

Novidade Nascente

0


A Dra. Elisa não é a primeira pessoa com forte ligação à Ciência que, por um acaso da vida, descobriu que existe algo que a esta ainda não consegue explicar. Tem surgido publicamente cada vez mais casos de pessoas cuja fé na ciência é desafiada, obrigando as suas mentes a despertar para novas possibilidades de resposta, mais espirituais, menos empíricas.

O Meu Filho Está no Céu (Nascente I 288 I 16,59€) é precisamente um destes casos. Trata-se de um testemunho comovente de uma mãe sobre a perda do filho e a vida para além da morte.

 
A Dra. Elisa Medhus nunca tinha acreditado na vida após a morte. Enquanto médica, sempre colocara a sua fé na ciência. Mas tudo isso mudou quando o seu filho Erik morreu e ela começou a comunicar-se com ele no Além. Emocionante, comovente e esclarecedor, este livro levará os leitores numa incrível viagem, partindo da dor e do ceticismo desta mãe até alcançar a fé na existência do Céu.

O Meu Filho Está no Céu fornece respostas às perguntas mais universais do ser humano:
-    Existe vida após a morte?
-    Como comunicam os mortos com os vivos?

Através de uma série de conversas, Erik fala sobre o Céu com sinceridade e sabedoria, descrevendo as suas experiências e fornecendo respostas esclarecedoras sobre a natureza da alma, a morte e a vida no Além — respostas que têm o potencial de mudar as nossas vidas para sempre.

A Nascente disponibiliza os primeiros capítulos de O Meu Filho está no Céu para leitura imediata, aqui.

 
Elisa Medhus, médica e mãe de cinco filhos, praticou medicina interna durante mais de trinta anos. Após a morte do seu filho Erik, de vinte anos, começou a escrever sobre a sua dor num blogue que criou para o efeito. Forte defensora dos princípios da ciência, costumava encarar os  assuntos espirituais com ceticismo.  Mas desde que Erik começou a comunicar com a família, amigos e membros do blogue, a sua visão do mundo mudou e ela começou a sua viagem em direção à compreensão e à crença espiritual.
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário