quarta-feira, 9 de abril de 2014

Novidade Porto Editora

0



O novo livro de MEC 

Amores e saudades de um português arreliado 
sucede ao êxito Como é linda a puta da vida 

A Porto Editora publica, a 22 de abril, o novo livro de Miguel Esteves 
Cardoso, intitulado Amores e saudades de um português arreliado. O 
sucessor do grande êxito Como é linda a puta da vida, editado em 2013, 
vai ser apresentado no início de maio em Lisboa e no Porto. 
No prefácio desta nova obra, MEC explica que «dantes tentava escrever 
coletivamente, generalizando sempre que podia», mas que, atualmente, 
tem aprendido que «é melhor» escrever sobre os próprios sentimentos, 
porque «os leitores facilmente apagam e substituem os objetos de amor, 
saudade e arrelias» que o agitaram. Até porque «uma emoção bem 
contada é uma emoção que toda a gente sente». E remata: «a melhor 
coisa que pode acontecer a quem escreve é alguém, do outro lado, 
pensar “sim, é mesmo assim”». 
Amores e saudades de um português arreliado é apresentado a 3 de 
maio, em Lisboa, na nova loja A Vida Portuguesa, no largo do Intendente, 
e a 10 de maio, no Porto, na Casa das Artes. Em 2013, Como é linda a 
puta da vida foi apresentado em Lisboa, nos Pastéis de Belém, e no 
Porto, na Biblioteca Almeida Garrett, perante quase 500 pessoas. 
Juntamente com este novo livro, vai chegar às livrarias As minhas 
aventuras na República Portuguesa (revistas). No total, são 7 as obras 
de MEC – com capas de Rui Ricardo – publicadas pela Porto Editora. 

O NOVO LIVRO 
«A única coisa é a vida. A única coisa é a vida de cada um. Sem vida, 
nada feito. Viver não é a melhor coisa que há: é a única coisa. Cada 
momento da vida não é único. Mas há momentos únicos. A nossa 
felicidade não é passá-los como quisermos. É dar por ela a aproveitá-los. 
(…) A única coisa é saber que um dia virá em que nos será tirada a vida. 
Para sempre. Mas, por sabermos isso, não podemos perder tempo a 
pensar nisso. (…) A única coisa é estar aqui, agora, a escrever isto. 
Enquanto posso. Enchendo-me de alegria.» 

Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário