sexta-feira, 14 de março de 2014

[Opinião] “O Mago – Aprendiz” de Raymond E. Feist (Saída de Emergência)

2


Sinopse:

Não perca a obra-prima da fantasia. Um mundo genial, intriga política, e o nascimento de personagens inesquecíveis.

Na fronteira do Reino das Ilhas, existe uma cidade tranquila chamada Crydee. Nessa cidade, vive um rapaz órfão de nome Pug. Trabalhando nas lides do castelo que o acolheu, ele sonha com o dia em que se tornará um guerreiro valoroso ao serviço do rei. Mas o destino troca-lhe as voltas e o franzino Pug acaba por tornar-se aprendiz do misterioso Mago Kulgan. Nesse dia, o destino de dois mundos altera-se para todo o sempre. Subitamente a paz do reino é esmagada, sem piedade, por misteriosas criaturas que devastam cidade após cidade. Quando o mundo parece desabar a seus pés, Pug percebe que apenas ele poderá mudar o rumo dos acontecimentos, penetrar as barreiras do espaço e do tempo, e dominar os poderes de uma nova e estranha magia... Esta é uma viagem por reinos distantes e ilhas misteriosas, onde irá conhecer povos e culturas exóticas, aprender a amar e descobrir o verdadeiro valor da amizade. Mas, no seu caminho, terá de enfrentar tenebrosos perigos e derrotar os inimigos mais cruéis.

Ficha Técnica:

Chancela: Saida de Emergência
Coleção: BANG
Saga/Série: Série Mago  Nº: 1
Data 1ª Edição: 05/03/2010
ISBN: 9789896371937
Nº de Páginas: 416
Dimensões: [160x230]mm
Encadernação: Capa mole

Opinião:

Eu comecei a ler este autor no ano passado com a Saga do Império, dois volumes já foram criticados aqui no blog anteriormente, o “A filha do império” e o “A serva do império Volume 1”.

Depois de ler estes dois volumes e ter gostado bastante fiquei com curiosidade de saber mais de ler o resto da coleção e compreender melhor o mundo criado por Feist. E perceber o que estava por detrás de certas referências das personagens.

Neste volume, encontramo-nos num mundo diferente do mundo do império. Este foi o primeiro livro de Feist e a versão que li foi a original sem os cortes editoriais. É fácil de compreender porque é que se tornou num sucesso. O autor leva-nos numa viagem para um mundo completamente diferente do nosso, mas com muitas semelhanças que fazem com que o leitor se identifique com as personagens e com os cenários descritos. Temos os elementos clássicos da fantasia, elfos, dragões, anões e duendes. Mas as relações entre eles não são tão frias como em muitos casos de livros de fantasia. Adorei a ideia de Feist de usar um dragonete como animal de estimação.

O autor tem bastantes personagens que o leitor tem de seguir, mas consegue manejá-las de uma forma simples e nos apresentar cada uma. Todas são bastante fiéis ao seu papel e às personalidades que Feist criou, nenhum deles apresenta atitudes fora de carácter. Pug é um rapaz acima de tudo, mas a sua condição de órfão faz com que amadureça mais depressa do que os outros rapazes da sua idade e demostra isso em várias partes do livro. Ele revela ser algo mais do que inicialmente pensavam. Thomas, o seu melhor amigo, evolui ao longo do livro, tal como o seu amigo. Vemo-los a tornarem-se homens e a dar provas da sua coragem.


Feist criou um mundo fascinante e realista. A sua narrativa faz-nos mergulhar no seu universo e a tensão e mistério fazem com que o leitor fique agarrado na história e peça sempre mais. Estou ansiosa por ler a sua continuação.
Reacções:

2 comentários:

  1. Viva Liliana,

    Por acaso a saga da Filha do Império dá para ler de forma independente embora esta seja importante para perceber alguns aspetos.

    Quanto a esta saga, os livros seguintes, em especial o 3 e 4 volume vão melhorar e muito a qualidade logo continua que serás recompensada ;)

    Bjs e boas leituras

    ResponderEliminar
  2. Olá

    Eu gostei muito desse livro, foi o livro de estreia da Saída de Emergência aqui no Brasil, estou ansiosa para que publiquem o terceiro agora. Achei o livro dois mais ágil, mas o primeiro mostra em seus elementos o quanto o autor tem a oferecer em suas criações. Sinceramente, prefiro fantasia desenvolvida em universos paralelos. Fiquei completamente encantada com o Pug, um amor de personagem e que vai amadurecendo aos poucos.

    Tenho um blog!
    www.amorporclassico.com

    ResponderEliminar