segunda-feira, 31 de março de 2014

Novidade Booksmile

0

Imagem intercalada 1

“Nobel? Nah. Deixo isso para os outros, quero é pôr os miúdos a ler.” Esta frase, título da entrevista realizada pelo jornal James Patterson, explica na perfeição qual o objetivo de vida do autor americano, considerado o mais bem-sucedido da última década! – Sobre este dado, mais informação, aqui 

Conseguir com que os miúdos ganhem o gosto pela leitura é «mais difícil do que ganhar um nobel», acredita Patterson. Mas, a verdade é que os seus livros, destinados ao público infantojuvenil, têm seguido exatamente as mesmas pisadas do que os livros para adultos e jovens adultos: líderes no top de vendas.

Foi com a coleção Escola: Os Piores Anos da Minha Vida, também publicada em Portugal pela Booksmile, que James Patterson se iniciou no fantástico mundo da escrita para o público mais difícil de conquistar.

E, não há nada que James Patterson não faça para chamar a atenção dos miúdos. Espreite o site de James Patterson, veja os booktrailers dos livros infantis, e descubra porque o autor mais bem-sucedido em todo o mundo, com 300 milhões de livros vendidos, não tem, pese o estatuto, qualquer pudor em revelar o seu lado mais... infantil.

Agora, depois dos quatro volumes da série Escola, e do primeiro volume da coleção Eu Cómico (I Funny), chega a Portugal a segunda aventura de Jamie Grimm, o rapaz que, preso numa cadeira de rodas, continua em busca do seu sonho: fazer stand-up comedy e vencer o concurso de «O Miúdo Mais Cómico do Mundo». 

Eu Bué Cómico (Booksmile I 352 pp I 14,39€) já está à venda em todo o país. «Anda, leva o livro contigo. Vais rebolar no chão de tanto rir!». A Booksmile disponibiliza os primeiros capítulos para leitura imediata, aqui.

Imagem intercalada 2 Imagem intercalada 3

 SINOPSE

Olá! Eu sou o Jamie Grimm e faço piadas bué cómicas — sentado na minha cadeira de rodas! Sei que adoraste ler as minhas aventuras quando tentei conquistar um lugar no concurso «O Miúdo Mais Cómico do Planeta». Agora a missão é vencer uns miúdos hilariantes para conseguir ir a Hollywood ganhar o prémio final.

E todos estarão lá para me apoiar: os meus melhores amigos, os meus tios maldispostos, a «Miúda Fixe» e até o bully do meu primo, que passa a vida a atormentar-me. Não vai ser fácil, eu sei… Mas tu conheces-me, e sabes como eu sou cómico. Na verdade, quando as coisas estão mesmo difíceis, eu consigo ser BUÉ CÓMICO!!!  Anda, leva o livro contigo. Vais rebolar no chão de tanto rir!

CRÍTICAS
"....Poignant.... Readers learn about [Jamie's] devastating loss and recovery from a tragic event....The affecting ending, which reveals a more vulnerable Jamie behind the guise of his humor, celebrates Jamie's resilient spirit." —Kirkus Reviews 

"In all, a brimming bucket of bada-bing!" — Booklist

Imagem intercalada 4
  
SOBRE JAMES PATTERSON

James Patterson já criou mais personagens inesquecíveis do que qualquer outro escritor da atualidade. É o autor dos policiais Alex Cross, os mais populares dos últimos 25 anos dentro do seu género. Entre os seus maiores êxitos estão também as coleções bestsellers Private: Agência Internacional de InvestigaçãoThe Women's Murder Club (O Clube das Investigadoras) e Michael Bennett.

James Patterson é o autor que mais livros teve até hoje no topo da lista de bestsellers do New York Times, segundo o Guinness World Records. Os seus livros já venderam 300 milhões de exemplares.

Patterson escreveu também diversos livros para jovens, entre os quais estão as séries Maximum Ride e Confissões de uma Suspeita de Assassínio (ed. Topseller) Escola e Eu Cómico (ed. Booksmile).

Ao gosto pela escrita e pela invenção de histórias, James Patterson junta uma outra paixão, ajudar o próximo. Em fevereiro passado, o autor disponibilizou 1 milhão de euros para ajudar algumas livrarias do país a sobreviverem à crise. Notícia sobre a qual pode ler mais em The New York TimesPatterson oferece, ainda, através da sua fundação, dezenas de bolsas de estudo para jovens alunos e universitários, e ainda bolsas de estudo especiais para quem tenciona, terminado o curso universitário, abraçar a carreira de professor.

Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário