domingo, 1 de dezembro de 2013

[Opinião] “A misteriosa mulher da ópera” de Vários (Casa das Letras)

0



Sinopse:

Um desafio. Sete autores (Alice Vieira, Afonso Cruz, André Gago, David Machado, Catarina Fonseca, Isabel Stilwell e José Fanha). Catorze mãos.

Sete personagens inesquecíveis. Uma única história. Uma trama arrebatadora que contém de tudo, desde crimes misteriosos, o fantasma de uma avó violinista, flûtes de champanhe, um gato persa chamado Psiché que por vezes se vê obrigado a fazer de pêndulo de Foucault, uma caixa de violino suspeita de assassinato, uma taberna onde se canta o fado em Xabregas, e amor, amor em catadupas, uma grande paixão, desencontros terríveis, equívocos inexplicáveis, reencontros inesperados.

A aventura vai das avenidas de Paris, à Rua Heróis de Quionga, ao Teatro Nacional de São Carlos, ao cais de Xabregas e a um cacilheiro que parte para Veneza deixando um cadáver para trás.

Ficha Técnica:

Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 298
Editor: Casa das Letras
ISBN: 9789724622064

Opinião:

Escrever em várias mãos é muito complicado, principalmente para parecer algo homogéneo e concordante. Nisto este romance é bem-sucedido.

Neste romance temos mistério e humor. O livro lê-se rapidamente e é viciante. Conhecemos a história dos mais variados pontos de vista de cada personagem. Os vários narradores fazem-nos conhecer mais profundamente cada um deles e ver o seu íntimo e os seus segredos.

A evolução da história é imprevisível porque não temos todos os dados e acabamos sempre por nos surpreender.

O ponto negativo desta história é a falta de descrições do local da história, falta de localização. A acção podia estar a decorrer em qualquer parte do mundo.

As personagens são muito estereotipadas e levadas ao limite do realismo. Não sendo necessário uma ligação à realidade para esta história.

Fiquei viciada na história.
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário