domingo, 24 de novembro de 2013

[Opinião] “A física do Cristianismo” de Frank J. Tipler (Editorial Bizâncio)

0


Sinopse:

UM FÍSICO DE RENOME DEMONSTRA QUE AS CRENÇAS FUNDAMENTAIS DO CRISTIANISMO SÃO TOTALMENTE CONSISTENTES COM AS LEIS DA FÍSICA

Em A Física do Cristianismo, Frank Tipler faz uma nova e emocionante abordagem à velha questão do relacionamento entre ciência e religião. Analisando séculos de textos e discussões, Tipler apercebeu-se de que, em todo o debate religião versus ciência, não existia uma verdadeira investigação sobre as afirmações e crenças centrais do Cristianismo. Foi esta lacuna que o levou a embarcar nessa tarefa de investigação científica. A Física do Cristianismo apresenta o produto fascinante do seu estudo pioneiro. Tipler começa por esboçar, para os leigos, os conceitos básicos da Física, revelando as ligações subjacentes entre Física e Teologia. Num exemplo convincente, explica de que modo o Deus descrito por Judeus e Cristãos, A Causa Primeira Não Causada, é totalmente consistente com a Singularidade Cosmológica, uma entidade cuja existência decorre das leis físicas. A sua argumentação sobre a possibilidade científica dos milagres oferece um impressionante suporte científico para muitas das mais prodigiosas afirmações do Cristianismo.

A abordagem inteiramente racional de Tipler assegura a Física do Cristianismo um lugar à parte no contexto das obras que se dedicam ao conflito ciência religião. Cativará não apenas os leitores que professam o Cristianismo, mas todos os que se interessem por um tema que desencadeia debates intelectuais e culturais acesos e fracturantes.

Ficha Técnica:

Edição/reimpressão: 2007
Páginas: 364
Editor: Bizâncio
ISBN: 9789725303627
Coleção: Máquina do Mundo

Opinião:

Todos nós já ouvimos dizer que “a ciência matou Deus” é uma frase muito comum e que não podia estar mais longe da realidade. A ciência retira alguns misticismos e consegue explicar alguns dos fenómenos descritos em vários textos religiosos. Neste caso, no cristianismo. O autor explica várias hipóteses para explicar os diversos milagres: a estrela de belém, a reencarnação… entre outros.

Frank J. Tipler consegue transmitir de uma forma simples e directa as suas teses e ideias:

Quando me perguntam: “Acredita de facto em demónios?”, eu respondo: ”E acredito em vírus de computador? Sim, definitivamente acredito.” Por outras palavras, os demónios existem, mas deve-se pensar neles como formas de vírus informáticos que correm no computador que é o cérebro humano.


É um livro que está bastante interessante com ideias bem fundamentadas e que consegue encontrar algumas explicações para certos fenómenos mostrando que a religião e a ciência não se anulam mutuamente.
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário