quarta-feira, 1 de maio de 2013

[Opinião] “Psico-truques para crianças dos 3 aos 6 anos” de Suzanne Vallières (Livros Horizonte)

0



Sinopse:

Como evitar que a hora de deitar seja um verdadeiro pesadelo?
As bulhas entre irmãos são mesmo inevitáveis?
Porque tenho a impressão de ter de repetir incessantemente as mesmas instruções?
Como reagir às mentiras da criança?
O que fazer para evitar que o nosso filho se transforme numa “criança -rei”?
Como prepará-lo para a escola?
Este segundo título da coleção Psico-truques fornece respostas claras às perguntas que a maioria dos pais se coloca sobre o desenvolvimento do filho, dos 3 aos 6 anos de idade. Desmistifica certas noções relativas à evolução da criança e oferece, de modo simples, dicas e conselhos que facilitarão a vida dos pais. Cada artigo resume-se a alguns psico-truques ao alcance de qualquer um, para serem aplicados na vida de todos os dias.

Ficha técnica:

2012, 1.ª
Colecção: Educar Hoje
Número de Páginas: 168
Formato: 15,5 x 23,5
Encadernação: Capa Mole
ISBN: 978-972-24-1742-6
Tema: Psicologia, Educação

Opinião:

O primeiro volume desta colecção foi já criticado aqui no blog anteriormente.

Todos os pais se deparam com dilemas diários na educação dos seus filhos. Entre eles o mais grave: Será que estou a ser um bom pai? Será que estou a educar convenientemente o meu filho?

Este livro apresenta-nos algumas respostas, soluções e opiniões sobre os mais diversos temas que possam assombrar o nosso dia-a-dia enquanto progenitores. Na própria sinopse são apresentados alguns desses dilemas. Para mim foi bastante útil lê-lo.

O esquema do livro apresentado é muito semelhante ao anterior, cada capítulo apresenta estruturadamente as perguntas, e respectivas respostas e no final encontra-se um pequeno quadro de resumo.

Suzanne Vallières continua a utilizar uma linguagem simples e acessível que agradará a todos e que esclarecerá as suas questões sem entrar em pormenores e gíria técnica que o público, em geral, não entenderia.

Um livro que se recomenda a todos os pais e futuros pais.
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário