quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Refletida de Sylvia Day

0


Número 1 nas listas de bestsellers

Depois de Rendida, a 5 Sentidos publica novo êxito de Sylvia Day, Refletida
Sylvia Day tem sido, ao longo dos últimos meses, líder das principais listas de vendas internacionais, graças aos livros da série Crossfire. Depois de Rendida, a 5 Sentidos publica, em Portugal, a 4 de março, o êxito Refletida. Neste tão esperado segundo livro, os leitores continuam a acompanhar a escaldante relação de Eva e Gideon.
As narrativas eróticas da série Crossfire foram descritas como «aventuras excitantes», pela Publishers Weekly, e «maravilhosamente divertidas», pela Booklist.
Sylvia Day é uma autora bestseller do The New York Times e várias vezes finalista do prémio RITA (da Romance Writers of America). Publicou em e-book, com grande sucesso, a trilogia Crossfire, que despertou o interesse das maiores editoras internacionais. Rendida, por exemplo, tem direitos vendidos para mais de trinta países e uma primeira tiragem, só nos Estados Unidos, de um milhão de exemplares.
Desde que foram publicados, os livros desta série têm conseguido, inclusivamente, ultrapassar a trilogia de As Cinquenta Sombras de Grey, nos primeiros lugares dos principais tops de vendas mundiais.

Ficha técnica:

Título: Refletida
Autores: Sylvia Day
Tradução: Cláudia Ramos
Págs: 352
Capa: mole com badanas
PVP: 16,60 €

SINOPSE

Gideon Cross: tão bonito e perfeito por fora como atormentado e complicado por dentro. Ele enfeitiçou-me com uma paixão que me arrebatou e me despertou os prazeres mais secretos. Eu não conseguia, nem queria, ficar longe dele. Ele era o meu vício... o meu desejo... era meu. A minha história era tão violenta como a dele, e eu estava igualmente marcada pela vida. Nunca conseguiríamos ficar juntos porque era demasiado doloroso... exceto quando era inacreditavelmente perfeito. Nesses momentos, o desejo e o amor desesperado conduziam-nos a um estado de sublime insanidade. Gideon e eu estávamos a ultrapassar todas as fronteiras e a nossa paixão levar-nos-ia aos limites da doce e arriscada obsessão.

Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário